16 de julho de 2020
  • 13:11 Reinaldo Azevedo: Código Penal Militar, é? Ora, ele também pune genocídio e ação pró-pandemia
  • 11:13 Gilmar Mendes alertou Bolsonaro sobre o risco que corre de parar no Tribunal Internacional de Haia
  • 09:50 De mito a camundongo: Gilmar Mendes expôs a fragilidade política de Bolsonaro
  • 19:52 Entenda o relatório que acusa os EUA de cooperação ilegal na Lava Jato
  • 18:21 Em vídeo, Felipe Neto diz para o NYT que Bolsonaro é o pior presidente do mundo no combate à Covid-19

Após conversa entre Trump e seu secretário de Defesa, o Pentágono deu ordem para que 800 soldados da Polícia Militar americana estejam preparados para ser enviados a Minneapolis.

Os militares são provenientes de bases militares nos estados da Carolina do Norte e Nova York.

Segundo ordens recebidas do Pentágono, os 800 militares deverão estar preparados para serem enviados em apenas quatro horas para Minneapolis caso seja necessário, reportou a agência AP.

A medida foi tomada logo após o presidente Donald Trump ter pedido ao seu secretário de Defesa, Mark Esper, opções militares para contornar os tumultos que tomam conta de Minneapolis, no estado de Minnesota.

De acordo com a mídia, Trump pediu ações rápidas caso os protestos saiam do controle. Desta forma, os soldados da Polícia Militar americana poderão ser rapidamente acionados caso a polícia de Minneapolis não consiga controlar a situação.

Toque de recolher

Ontem (29) o governador de Minnesota, Tim Walz, declarou o toque de recolher a partir das 20h00 (22h00 no horário de Brasília) após manifestantes terem ateado fogo e causado destruição em Minneapolis.

A autoridade pediu para que os cidadãos respeitem o toque de recolher e “vão para casa imediatamente” no Twitter.

Guarda Nacional de Minnesota, a Patrulha Estadual e a polícia local estão no terreno respondendo aos incidentes em Minneapolis – Saint Paul. Conclamo os residentes para obedecerem ao toque de recolher das 20h00 e irem para casa imediatamente. As autoridades policiais precisam responder às emergências, restaurar a ordem e manter a segurança da população de Minnesota.

Ainda na quinta-feira (28) uma delegacia de polícia da cidade virou cinzas após manifestantes invadirem o recinto e incendiarem o prédio.

O toque de recolher foi também decretado em Atlanta, capital do estado da Geórgia, após protestos tomarem conta da cidade.

A pedido da prefeita [de Atlanta] Keisha Bottoms e após consulta com oficiais de segurança pública e pronto-atendimento emergencial, declarei o Estado de Emergência no condado de Fulton e o acionamento de 500 tropas da Guarda [Nacional] da Geórgia a fim de proteger as pessoas e bens em Atlanta.
Protestos

Diversas cidades americanas têm vivido protestos e agitações após a morte de um cidadão negro, George Floyd, na segunda-feira 25.

Floyd foi morto durante uma abordagem policial em Minneapolis quando um policial o fez deitar no chão e pressionou seu joelho no pescoço.

A vítima reclamou de não conseguir respirar durante a abordagem, mas tal fato foi ignorado pelos policiais.

 

 

*Com informações do Sputnik

 

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: