11 de julho de 2020
  • 20:08 Rede bloqueada pelo Facebook atacava adversários de Bolsonaro nas eleições de 2018 com contas falsas
  • 17:19 Bolsonaro se nega a indenizar profissionais da Saúde incapacitados ou mortos pela Covid-19
  • 15:21 Após decisão do STF, Aras fará devassa na Lava Jato
  • 14:39 Globo se enfurece com a soltura de Queiroz, mas contra o PT aplaudiu a teoria do domínio do fato, a pedalada fiscal e o ato de ofício indeterminado
  • 11:32 Quem pode mais dentro das quatro linhas do judiciário, Moro ou Bolsonaro?

Será uma ótima oportunidade para Moro e Dallagnol esclarecerem essas denúncias antigas de Tacla Duran.

Pelo que consta, o celular de Tacla Duran foi periciado por especialistas de um órgão público de peritos espanhóis que confirmaram um diálogo escabroso com Zucoloto, padrinho de Moro.

Trocando em miúdos, não são só convicções, tem provas também.

“Moro me disse para ficar tranquilo sobre delação de Tacla Duran”, declarou Zucolotto

A PGR vai reabrir o caso. Se Moro não tem nada com essa questão, deveria ficar tranquilo, mas ele está mostrando o oposto.

Será que a retomada dos depoimentos de Tacla Duran, dará num caminho que o Moro não queria que chegasse?

Pelo menos, é o que mostra a reação de Moro e Dallagnol.

Deixa o cara falar!

Moro sempre fugiu de Tacla Duran, optando por desqualificar sua imagem.

Nesse momento, para dizer o mínimo, está nítido que a postura de Moro e Dallagnol é muito tendenciosa.

O fato é que Moro parece estar com uma espinha de bacalhau atravessada na garganta e os procuradores da Lava Jato, sabendo que, se der merda, vai espirrar neles, está num bate-cabeça geral entre eles e Moro.

 

*Carlos Henrique Machado Freitas

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: