4 de julho de 2020
  • 20:50 Dilma denuncia crime de traição nacional pela Lava Jato por ter trabalhado para os EUA
  • 17:01 Pauliceia desvairada: Não é um vídeo do Porta dos Fundos, é a mulher do Dória e uma perua falando dos pobres
  • 14:57 Operação da Lava Jato contra Serra diz mais de Moro, Dallagnol e Carlos Fernando do que do acusado
  • 12:41 Queiroz e mulher fraudam documentos na Alerj e recebem R$ 376 mil em auxílio-educação
  • 11:04 Leandro Fortes: Lava Jato vai para cima do moribundo Serra com uma década de atraso

Uma frente que tem um tucano, como FHC, certamente não será pela democracia e, muito menos pela legalidade.

O PSDB, principal personagem da fritura das aposentadorias dos brasileiros na reforma de Previdência de Bolsonaro, e sócio definitivo da fracassada política econômica de Guedes que jogará nosso PIB no inferno com uma queda de 10%, bateu o martelo: vamos morrer abraçados com o miliciano do alto dos 4% de votos que nos restou da falência política de 2018.

Muita gente, e gente boa, criticou Lula por escancarar a contradição de fazer uma frente democrática com golpistas de Dilma em nome da defesa de nossa constituição.

Está aí o resultado.

Se alguém tinha alguma dúvida sobre a fala de Lula e de que lado sempre esteve o PSDB e que o tal manifesto era uma tremenda furada para o PT, acho que, agora, não tem mais o que discutir.

O PSDB ignora os crimes do gabinete do ódio, da política genocida de Bolsonaro em parceria com o coronavírus contra o povo, firma posição contra o impeachment e é a favor da continuidade de Bolsonaro.

Surpresa? Zero!

Bruno Araújo (PSDB-PE), que deu o voto decisivo na sessão histórica da Câmara dos Deputados que golpeou Dilma, não negou a raça e afirmou: “O impeachment é potencializar uma crise dentro da mais grave crise sanitária e econômica talvez da nossa história”

Ou seja, o cínico disse que Bolsonaro pode cometer o crime que for que não vai “esticar a corda”.

 

*Carlos Henrique Machado Freitas

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES

1 COMMENTS

  1. Morvan Posted on 13 de junho de 2020 at 18:07

    Alguma vez o PSDB esteve do lado da ninguenzada, na história? Jamais. Esse o preço de viver em um país onde social democracia é isso aí e verdadeiro social democrata é tratado como “comunista”. Lula, no seu jeito de enxergar, e com o aporte de experiência de tanto açoite, sabe quem são os coveiros do Estado.

    Reply
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: