14 de agosto de 2020
  • 10:19 Datafolha mostra apenas que Bolsonaro pega carona, em pelo, na garupa de Lula
  • 20:34 Queiroz e Marcia Aguiar, sua mulher, voltam para prisão e chão do Palácio do Planalto treme
  • 18:30 Vídeo: Polícia de Minas Gerais ateia fogo no quilombo Campo Grande
  • 17:17 Governo Bolsonaro envia relatório fake a ONU
  • 14:37 Soro produzido com plasma de cavalo tem anticorpo até 50 vezes mais potente contra a Covid-19

Por trás da diplomática demonstração de solidariedade por uma recuperação rápida de Bolsonaro, há uma indisfarçável preocupação da cúpula da OMS de que Bolsonaro usará o anúncio de sua doença para piorar ainda mais a situação no Brasil, que já é considerada calamitosa.

Fontes na OMS temem que, assim como foi o histórico da pandemia desde seu início no Brasil, a nova situação vivida por Bolsonaro seja, cada vez mais, usada politicamente e que informações sejam manipuladas por ele.

Trocando em miúdos, a OMS aposta que o psicopata vai dobrar a aposta na politização do vírus.

Na verdade, essa também parece ser a opinião da grande mídia no Brasil. É nítida a falta de paciência com esse demente nos veículos de comunicação de massa, principalmente depois do circo que ele armou ao anunciar o resultado positivo do seu teste para Covid-19 e a exploração midiática que se seguiu  com a irresponsável divulgação da cloroquina como fórmula mágica para a cura da doença.

O temor geral é que ele usará cada vez mais a doença e a suposta recuperação com a cloroquina para Incentivar as pessoas a saírem do isolamento social, passando um falso sentimento de segurança para a população brasileira.

O fato de Bolsonaro dizer que poucas horas depois de tomar cloroquina já estava se sentindo bem melhor também foi motivo de chacota dos especialistas da OMS.

 

*Carlos Henrique Machado Freitas

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: