6 de agosto de 2020
  • 10:53 A continuar assim, teremos togados em liquidação no OLX
  • 09:43 A mão invisível de Bolsonaro: Bretas, juiz da Lava Jato no Rio, prende secretário de Dória em São Paulo
  • 08:42 A direita, através da mídia, consegue produzir símbolos, mas não sustentá-los
  • 21:16 Bolsonaro tentou dar um golpe militar em maio, revela matéria da Piauí
  • 17:55 Gilmar deixa PT mais perto do sonho de ter Lula candidato em 2022

Em um vídeo de opinião publicado nesta quarta-feira pelo jornal americano New York Times, o youtuber Felipe Neto afirmou que o pior presidente do mundo no combate à pandemia de coronavírus não é o presidente americano Donald Trump, e sim o líder brasileiro, Jair Bolsonaro.

Na gravação, ele lista os motivos para a sua constatação, como as críticas do presidente ao isolamento social, o incentivo ao uso da Hidroxicloroquina pela rede pública, a troca de ministros da Saúde, a participação de manifestações a favor da intervenção militar e contra o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Congresso Nacional durante a pandemia e as declarações indelicadas a respeito do número de mortos no país pela doença.

“A OMS considerou o Brasil o novo epicentro da pandemia e mesmo assim ele (Bolsonaro)não dá sinais de levar a crise a sério. Ele faz Donanld Trump parecer Patch Adams”, afirmou, se referindo ao médico americano que trata seus pacientes com humor, vestido de palhaço.

O vídeo critica também a política armamentista de Bolsonaro, mostrando a cena da reunião ministerial de 22 de abril, onde ele afirma que pretende armar a população para impedir a instalação de ditaduras no país. Felipe Neto também define o presidente como um militar que defendeu o uso da tortura durante a ditadura e que ganhou a eleição com declarações como “vamos fuzilar a petralhada aqui do Acre” e “sou homofóbico sim, com muito orgulho”.

Ao final, o youtuber faz um apelo aos americanos, pedindo que não reelejam Donald Trump nas eleições deste ano, dada a proximidade política e ideológica dos líderes de Brasil e dos Estados Unidos.

“Trump chamou Bolsonaro de um bom amigo e essa amizade é crucial para manter sua popularidade, o legitima. (…) Se vocês querem ajudar o Brasil a lidar com o nosso lunático, por favor, não reelejam o de vocês. Em novembro, votem para tirar Trump da Casa Branca”, encerra Neto.

 

 

*Com informações do Extra

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: