25 de junho de 2022
  • 21:18 Vídeo: Ataque de fazendeiros a indígenas em Mato Grosso do Sul deixa feridos e desaparecidos
  • 18:48 Família Dallagnol é cobrada pelo Incra em R$ 147 milhões por sobrepreço em desapropriação de terras
  • 17:37 Milton Ribeiro, em ligação com a filha, diz que Bolsonaro ligou alertando sobre busca e apreensão
  • 15:17 Estuprada por Bolsonaro, a arte brasileira toca por Lula
  • 14:29 Faixa de caminhão na estrada de SP, “Bolsonaro te enganou”

Defesa de ex-ministro da Educação disse que dinheiro foi depositado porque o Ribeiro vendeu carro para um dos pastores investigados.

A Polícia Federal (PF) identificou um depósito bancário supostamente feito pelo pastor Gilmar Santos ao ex-ministro Milton Ribeiro, segundo a Band. Ambos foram presos por uma operação da polícia na manhã desta quarta-feira, 22.

O valor depositado pelo pastor foi de R$ 60 mil, embora o inquérito seja sigiloso.

O advogado do ex-ministro da Educação alegou que o motivo do depósito seria a negociação de um carro que Ribeiro teria vendido para um dos pastores que também foram presos na operação. São eles: Gilmar Santos ou Arilton Moura Correia.

A defesa diz também que a prisão do ex-ministro é ilegal pois, por ter deixado o Ministério da Educação, não teria condições de atrapalhar as investigações.

*Com 247

Agradecemos aos que formam essa comunidade e convidamos todos que possam a fortalecer essa corrente progressista. Seu apoio é fundamental nesse momento crítico que o país atravessa para continuarmos nossa labuta diária para trazer informação de qualidade e independência.

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica Agência: 0197

Operação: 1288

Poupança: 772850953-6

PIX: 45013993768 – CPF

Agradecemos imensamente a sua contribuição

Celeste Silveira

Produtora cultural

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: