Categorias
Saúde

Casos de Covid crescem 140% em São Paulo e especialistas temem explosão após Carnaval

Em duas semanas, a média móvel semanal subiu de 168 para 404 casos, segundo painel da Secretaria Municipal da Saúde.

Análise inédita feita pela plataforma SP Covid-19 Infotracker, criada por pesquisadores da USP (Universidade de São Paulo) e da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), mostra que a capital paulista registrou aumento de 140% de casos positivos de Covid em duas semanas.

Com o avanço, cresce a preocupação dos especialistas de que haja uma explosão de registros da doença no pós-Carnaval.

A média móvel semanal saiu de 168 casos no dia 21 de janeiro para 404, no dia 4 de fevereiro, último dado disponível no painel da Secretaria Municipal da Saúde.

Se considerados períodos anteriores, o salto é ainda maior. Em relação a 24 de dezembro de 2023, data em que foram registrados 91 casos, por exemplo, o aumento é de 344%.

Laboratórios e hospitais também registraram alta da taxa de testes positivos de Covid. Segundo a Abramed (Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica), janeiro deste ano fechou com um índice de 26% de confirmação, o dobro do computado no mesmo mês de 2023 (13%).

No Hospital Albert Einstein (SP), a alta de testes positivos nas cinco primeiras semanas deste ano foi de 43% (707 contra 1.013) em relação ao mesmo período de 2023.

Segundo Wallace Casaca, coordenador da plataforma Infotracker, há um aumento consistente de casos desde o final do ano passado. Os dados disponíveis não indicam alta de internações ou mortes.

Ele afirma que os números oficiais estão claramente subnotificados porque muitas pessoas, diante dos sintomas da Covid, recorrem aos testes rápidos vendidos nas farmácias, e os resultados não entram nos sistemas de informações.

“A gente espera um pico de casos de Covid nas próximas semanas. Bem menor, bem menos grave do que vimos em anos anteriores, devido à vacinação, mas teremos um boom, sem dúvida.”

A infectologista Rosana Richtmann, do Instituto Emílio Ribas (SP), tem avaliação parecida. “Agora, no pós-Carnaval, vai ser uma explosão de casos, felizmente sem gravidade”, diz.

Categorias
Saúde

Internações por Covid em São Paulo aumentam 35%

Doença passou a atingir mais pessoas nas últimas semanas, segundo professor.

Dados levantados pela plataforma SP Covid-19 InfoTracker —criada por pesquisadores da USP e da Unesp com apoio da Fapesp para acompanhar a evolução da pandemia— mostram um aumento de 35% no total de hospitalizados por Covid-19 no estado de São Paulo.

As informações levam em conta as enfermarias e UTIs públicas e privadas.

Em 5 de setembro, 665 pacientes estavam internados por Covid-19 no estado. Na última terça (3), o total subiu para 896.

Quanto à média móvel de internações, o número ficou estável –101 e 102 nos dias 5 e 12, respectivamente—, mas depois cresceu. No dia 19, chegou a 108. Em 26 de setembro, passou a 126 e, na última terça, chegou a 139, segundo a Folha.

A média móvel permite analisar se o número tem aumentado ou diminuído ao longo das semanas.

Na opinião do professor Wallace Casaca, coordenador da plataforma, o cenário mostra que a tendência de alta deverá permanecer ao menos nas duas próximas semanas.

“A doença passou a acometer as pessoas em ritmo mais acelerado nas duas últimas semanas de setembro, indicando uma intensificação na transmissão da Covid no país, possivelmente reflexo da circulação de novas subvariantes ômicron”, diz Casaca.

“Se houver novas subvariantes com alto potencial de transmissão, haverá novos repiques. Daí a importância da vacinação para evitar manifestações mais severas da doença”, afirma o docente. “Embora menos crítico do que em anos anteriores, o momento atual requer precauções como evitar contato por longos períodos com pessoas com sintomas gripais, vacinação e uso de máscaras em locais fechados com grande trânsito de pessoas.”

Apesar da curva ainda ascendente, os números não superaram os registrados no dia 24 de novembro de 2022, quando a média móvel de novas internações estava em 476, com 3.222 hospitalizados.

Categorias
Saúde

Gleisi Hoffmann: cirurgia cardíaca de 6 horas de duração acaba; deputada ficará 2 dias na UTI

A presidente do PT tinha 90% de obstrução e foi submetida a implante de mamária.

A presidente do PT, a deputada Gleisi Hoffmann (PR), foi submetida a uma operação de revascularização do miocárdio. Duas mamárias foram realizadas para desviar sangue da aorta para as artérias coronárias. De grande porte, o procedimento teve a duração de 6 horas, segundo O Globo.

A operação foi a ‘céu aberto’, quando o peito é cortado.

Gleisi não apresentou sintoma algum apesar de a obstrução ser grande: 90%. A ausência de sinais frente a um problema cardiovascular grave é mais comum entre as mulheres. Gleisi tem 58 anos e é fumante.

O procedimento foi feito no Hospital DF Star, em Brasília, sob a coordenação da cardiologista e intensivista Ludhmila Hajjar.

A deputada ficará dois dias em recuperação na UTI e o tempo total de internação deverá ser de 1 semana.

Categorias
Saúde

Cirurgia de Lula foi bem-sucedida e presidente já está acordado, dizem médicos

O presidente chegou ao Hospital Sírio-Libanês, em Brasília, às 8h desta sexta-feira (29), e deve permanecer internado até a próxima terça (3).

A cirurgia do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), foi bem-sucedida, segundo informou a equipe médica do mandatário durante coletiva de imprensa, na tarde desta sexta-feira (29), no Hospital Sírio-Libânes, em Brasília (DF).

Conduziram a cirurgia e participaram da coletiva o cardiologista Roberto Kalil Filho, o ortopedista especialista em quadril e cirurgião-chefe do procedimento do presidente, Giancarlo Cavalli Polesello, e a infectologista e coordenadora-geral da equipe de Saúde da Presidência da República, Ana Helena Germoglio.

Lula chegou às 8h na instituição hospitalar. Ele passou por uma artroplastia total de quadril (no lado direito), para proporcionar alívio da dor provocada pela artrose, além da correção de deformidades e da recuperação do movimento da articulação. A cirurgia, na prática, substitui a articulação “doente” no encaixe da perna com a bacia por uma prótese artificial.

No procedimento, a cabeça do fêmur e o acetábulo foram substituídos por implantes metálicos e de porcelana. Para isso, foi preciso cortar parte do osso para instalar a prótese. O presidente foi intubado e recebeu anestesia geral em função da complexidade da cirurgia, considerada invasiva.

Categorias
Saúde

Por orientação médica, Lula usa máscara em compromissos antes de cirurgia no quadril

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu nesta segunda-feira (25) o primeiro-ministro do Vietnã, Pham Minh Chinh, no Palácio Itamaraty. Lula, que deverá se submeter a uma cirurgia no quadril nesta sexta-feira (29), usava máscara por orientação médica. O cuidado é para que se evite qualquer intercorrência que possa levar ao adiamento do procedimento, segundo o Uol.

“É uma orientação médica pré-cirúgica, que o presidente nos eventos públicos, maiores, possa estar de máscara para evitar qualquer tipo de situação que possa atrapalhar a cirurgia ou mesmo adiar a cirurgia”, explicou o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha.

Um dos compromissos públicos que poderá ter a presença de Lula esta semana é a posse do novo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, nesta quinta-feira (28). Sua participação, no entanto, depende ainda de liberação médica.

 

Categorias
Saúde

Quadro clínico de Faustão se agrava e ele terá de passar por um transplante de coração, informa hospital

O apresentador Fausto Silva, de 73 anos, terá de passar por um transplante cardíaco, segundo informação divulgada na noite deste domingo (20) pelo hospital Albert Einstein.

Faustão está internado desde o dia 5 de agosto para tratamento de uma insuficiência cardíaca, segundo o Agenda do Poder.

“Em virtude do agravamento do quadro, há indicação para transplante cardíaco. O paciente está em diálise e necessitando de medicamentos para ajudar na força de bombeamento do coração”, diz nota enviada pelo hospital.

Ainda de acordo com o hospital, o apresentador já foi incluído na fila única de transplantes, que, segundo a instituição, é “regida pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, que leva em consideração, para definição da priorização, o tempo de espera, a tipagem sanguínea e a gravidade do caso”.

Apoie o Antropofagista com qualquer valor

PIX: 45013993768

Agradecemos o seu apoio

Categorias
Saúde

Dengue e HIV: a partir de hoje você pode realizar 40 exames em farmácias, saiba quais

A flexibilização foi autorizada pela Anvisa em maio e passa a valer em 1° de agosto.

A partir desta quarta-feira, 1°, os brasileiros poderão realizar mais de 40 exames médicos em farmácias, entre eles de dengue, HIV e de nível de vitamina D. A flexibilização foi autorizada por uma decisão da diretoria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em maio, segundo O Globo.

A norma substitui uma resolução da Anvisa de 2005 e permite que farmácias realizem exames de análises clínicas (EAC) no país. Antes, a possibilidade se restringia aos exames de Covid-19 e de glicemia.

Conforme a agência, a “evolução do setor de diagnósticos” e a “evidente defasagem da norma frente à realidade tecnológica” motivaram a abertura do processo de revisão da resolução, ainda em 2017.

A Anvisa realizava audiências e consultas públicas sobre o tema desde 2019. As mudanças no acesso da população aos sistemas de saúde, “impulsionadas pelas estratégias de enfrentamento à pandemia de Covid-19, que demandou novas formas de acesso à saúde e à ampliação do diagnóstico”, foi um dos pontos observados.

A reguladora reforça, contudo, que os exames realizados em farmácias possuem “caráter de triagem”, por isso, “não devem ser usados de forma isolada para a tomada de decisões clínicas”. “O resultado de um teste rápido necessita da interpretação de profissionais de saúde, que devem associá-lo aos dados clínicos do indivíduo e à realização de outros exames laboratoriais confirmatórios”, diz nota da agência.

Apoie o Antropofagista com qualquer valor

Agradecemos aos que formam essa comunidade e convidamos todos que possam a fortalecer essa corrente progressista. Seu apoio é fundamental.

Caixa Econômica, Agência: 0197

Operação: 1288
Poupança: 772850953-6
PIX: 45013993768

Agradecemos imensamente a sua contribuição

Categorias
Saúde

Lula deixa hospital após cirurgia no quadril e vai despachar do Alvorada

Este é o segundo procedimento que Lula faz em menos de uma semana. A agenda prevista para o dia foi cancelada.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) passou, na manhã desta quarta-feira (26/7), no Hospital Sírio-Libanês, em Brasília, por um tratamento para buscar aliviar as dores que sente no quadril. Devido ao incômodo, é o segundo procedimento que o mandatário faz em menos de uma semana, segundo o Metrópoles.

A agenda prevista para o dia foi cancelada, e Lula passará o resto da semana despachando do Palácio da Alvorada. Ele deixou o hospital às 12h36.

O chefe do Executivo saiu do Palácio da Alvorada por volta das 9h25, em direção ao centro clínico, que se localiza na Asa Sul, região central de Brasília. A informação foi antecipada pela coluna do Igor Gadelha, do Metrópoles.

Em nota, o Palácio do Planalto afirmou que o procedimento “minimamente invasivo”, chamado “denervação percutânea” correu bem e não teve intercorrências.

“O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, deu entrada no Hospital Sírio-Libanês – unidade Brasília -, nesta manhã (26), para a realização de um procedimento eletivo, minimamente invasivo, de denervação percutânea, no quadril direito, para alívio de dor crônica até a realização de uma cirurgia prevista para outubro, uma artroplastia de quadril, para a solução definitiva do problema. O procedimento de hoje foi realizado sem intercorrências e o presidente deve cumprir agenda no Palácio da Alvorada até esta quinta-feira (27/7)”, disse.

O chefe do Executivo federal sofre de um problema na articulação coxofemoral, também chamada de articulação do quadril, um membro parecido com uma bola, localizada na cabeça do fêmur. Ela se articula com o quadril, possibilitando o movimento da perna.

A deficiência de Lula se caracteriza pela artrose de quadril ou osteoartrose, que é um desgaste da articulação coxofemoral – a maior articulação do nosso sistema musculoesquelético. A dor pela complicação aparece, principalmente, na região da virilha e na frente do quadril.

As queixas do presidente sobre problemas no quadril não são novas. Ao retomar a rotina de exercícios, após as eleições, ele passou a fazer sessões de fisioterapia. Em fevereiro, realizou um exame de ressonância magnética num hospital de Brasília. Em maio, disse que estava com um problema na cabeça do fêmur que o impedia de jogar futebol.

Cirurgia
Durante o programa Conversa com o Presidente, nessa terça-feira (25/7), Lula admitiu que as dores no quadril estão atrapalhando sua vida e seu trabalho e, por isso, vai marcar para outubro deste ano procedimento cirúrgico. Enquanto o mandatário estiver em recuperação, o cargo será ocupado interinamente pelo seu vice, Geraldo Alckmin (PSB).

“Eu estou como jogador de bola que não quer dizer para o técnico que está sentindo uma dor, para não ir para o banco”, disse Lula, em sua live semanal.

“Eu tenho um problema na cabeça do fêmur”, explicou. “Faz tempo que eu tenho isso. Uma vez, um médico me disse o seguinte: ‘Olha, presidente, a cabeça do fêmur, essa dor no quadril, só quem vai decidir operar é o senhor, porque o senhor sabe o limite da sua dor”, relatou o titular da República, ao dizer que o momento está chegando.

O presidente, então, confirmou o agendamento da cirurgia para outubro devido aos compromissos internacionais que tem nas próximas semanas.

“O que me sobra de tempo é outubro. Eu tenho que calcular bem. É uma cirurgia razoavelmente rápida, de duas horas e meia. Depois, vai depender da minha disciplina de recuperação. Enquanto eu estiver me recuperando, o Alckmin fica no comando. Eu tenho total confiança. Ele é um parceiro extraordinário e, enquanto isso, o Brasil vai em frente”, concluiu Lula.

Apoie o Antropofagista com qualquer valor

Agradecemos aos que formam essa comunidade e convidamos todos que possam a fortalecer essa corrente progressista. Seu apoio é fundamental.

Caixa Econômica, Agência: 0197

Operação: 1288
Poupança: 772850953-6
PIX: 45013993768 – CPF

Agradecemos imensamente a sua contribuição

Categorias
Saúde

Lula vai passar por cirurgia no quadril, diz assessoria do governo

Intervenção não é urgente e deve ocorrer no 2º semestre. Presidente esteve em hospital de SP, onde fez tratamento para aliviar dor.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve passar por uma cirurgia no quadril no segundo semestre. A informação foi divulgada neste domingo (23/7) pela assessoria de imprensa do Palácio do Planalto. Lula esteve nesta manhã no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde fez uma infiltração para aliviar a dor na região da lesão, diz o Metrópoles.

De acordo com a assessoria, trata-se de uma “operação programada, nada urgente”. Lula chegou ao Sírio-Libanês no fim da manhã, onde permaneceu por pouco mais de uma hora. Ele foi atendido pelo médico Roberto Kalil Filho. As dores no quadril são provocadas por uma artrose, resultado do desgaste da cartilagem que reveste as articulações.

Nesta tarde, Lula participa da cerimônia de posse da nova diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, berço da trajetória política do presidente. Hoje, a entidade completa 64 anos.

Apoie o Antropofagista com qualquer valor

Agradecemos aos que formam essa comunidade e convidamos todos que possam a fortalecer essa corrente progressista. Seu apoio é fundamental.

Caixa Econômica, Agência: 0197

Operação: 1288
Poupança: 772850953-6
PIX: 45013993768 – CPF

Agradecemos imensamente a sua contribuição

Categorias
Saúde

Simony vence luta contra o câncer

Após quase um ano tratando um câncer no intestino, cantora informou que a doença entrou em remissão.

Após quase um ano tratando um câncer no intestino, Simony contou na última sexta-feira (7) que a doença entrou em remissão. A cantora publicou a informação em suas redes sociais, destacando que deve terminar de fazer o tratamento com quimioterapia em mais três sessões, diz o G1.

“Eu estou muito grata. Hoje fui fazer o último exame e não tem nada. […] Não sei nem o que dizer para vocês. Só que eu estou muito feliz. Vou terminar o ciclo desse tratamento e não tem nada mais. Acabou”, disse Simony em um story — vídeo temporário que pode ser publicado no Instagram.

https://www.instagram.com/p/Cua4rBGussG/?utm_source=ig_embed&ig_rid=5ac5623d-cbf2-499f-aada-a23f77afd101

A cantora havia sido diagnosticada com o câncer em agosto de 2022, passando por sessões de quimioterapia e quimioradioterapia desde então.

Em outra publicação feita na mesma rede, Simony fez agradecimentos ao seu médico Fernando Maluf, e à sua família.

“Hoje, com o câncer em remissão , renasço com uma nova perspectiva de vida. Aprendi a valorizar cada momento, a aproveitar cada instante de forma intensa e agradecer por cada pequena vitória”, afirmou a cantora.

Apoie o Antropofagista com qualquer valor

Agradecemos aos que formam essa comunidade e convidamos todos que possam a fortalecer essa corrente progressista. Seu apoio é fundamental.

Caixa Econômica, Agência: 0197

Operação: 1288
Poupança: 772850953-6
PIX: 45013993768 – CPF

Agradecemos imensamente a sua contribuição