12 de janeiro de 2022
  • 14:08 Atritos com Exército e Anvisa aumentam desgaste de Bolsonaro nas Forças Armadas
  • 13:04 Servidores federais de19 categorias podem paralisar atividades por reajuste
  • 12:11 Lula vence no primeiro turno, é o que mostra pesquisa Quaest
  • 08:33 Se Moro pode ser candidato a presidente e Bolsonaro à reeleição, por que Queiroz não pode ser candidato?
  • 07:51 Para Temer, fracasso de Bolsonaro é a continuação do seu fracasso

Uma mulher e três homens foram esfaqueados a poucos quarteirões da Casa Branca, em Washington, na manhã de hoje após a noite da eleição, informou a polícia local.

De acordo com veículos de imprensa norte-americanos, as autoridades disseram que as vítimas se identificaram como membros do Proud Boys (rapazes orgulhosos, em tradução livre), classificado como “grupo extremista” pelo FBI em 2018 que apoia o presidente dos EUA Donald Trump, candidato à reeleição.

As vítimas foram levadas a um hospital da região, mas não há risco de morte, segundo as autoridades.

Eles alegaram que os suspeitos faziam parte do movimento Black Lives Matter (vidas negras importam, em tradução livre), mas a veracidade da informação não foi confirmada até o momento pela polícia. Ninguém foi preso.

Não está claro se a agressão ou os suspeitos de esfaqueamento têm qualquer conexão com as manifestações durante a noite da eleição.

Nas redes sociais, a polícia informou procurar três suspeitos – dois homens e uma mulher.

 

*Com informações do Uol

Siga-nos no Whastapp: https://chat.whatsapp.com/FDoG2xe9I48B3msJOYudM8

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica: Agência 0197
Operação: 013
Poupança: 56322-0
Arlinda Celeste Alves da Silveira
CPF: 450.139.937-68
Agradecemos imensamente a sua contribuição

Celeste Silveira

Produtora cultural

RELATED ARTICLES

1 COMMENTS

  1. Pingback: Tensão nos EUA: Membros do grupo extremista Proud Boys são esfaqueados em Washington  – Brasdangola Blogue
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: