21 de janeiro de 2021
  • 13:47 Brasil paga um preço alto por ações de Bolsonaro contra a Índia e a China, afirmam diplomatas
  • 10:57 Chanceler venezuelano ironiza Bolsonaro sobre falta de oxigênio
  • 10:04 Bolsonaro conseguiu na mesma semana ser retaliado pela China, índia e EUA
  • 09:18 Bolsonaro é eleito prioridade pelo governo Biden no quesito retaliação
  • 21:29 Sem insumos, produção de CoronaVac no Butantan está parada desde domingo

Com homens vestindo terno e mulheres de véu, grupo de cerca de 20 pessoas tentou impedir celebração realizada há 15 anos na Igreja Sagrado Coração de Jesus, na zona Sul do Rio de Janeiro.

Um grupo de fascistas ligados a um movimento ultraconservador católico tentou impedir na noite desta quarta-feira (20) a realização de uma missa africana para celebração do Dia da Consciência Negra na Igreja do Sagrado Coração de Jesus, na Glória, Zona Sul do Rio.

A missa, realizada há 15 anos, tem cantos afros e toque de atabaques para celebrar o sincretismo de religiões de matrizes africanas e católica.

Segundo informações do jornal O Globo, cerca de 20 pessoas, que incluíam homens de terno e mulheres de véu, tentaram impedir o padre de começar a missa.

A missa aconteceu, mas o grupo permaneceu na igreja, filmando a cerimônia. A confusão teria acontecido no final da celebração.

Policiais do 2º BPM foram chamados ao local e três homens do grupo que tentou impedir a missa foram conduzidos à 9ª DP (Catete).

Assista ao trecho da missa

Mais sobre a Missa da Consciência Negra…. (20/11/2019)

Posted by Igreja Sagrado Coração de Jesus – Glória on Wednesday, November 20, 2019

 

 

*Com informações da Forum

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: