13 de junho de 2021
  • 16:56 Bolsonaro não conta com apoio da Marinha e Aeronáutica para o golpe
  • 14:46 Relatório sobre desvios de R$ 52 mi pelo governo chegam hoje à CPI da covid
  • 14:03 Exclusivo: Diálogos de inquérito da PF mostram que Secom privilegiou ‘mídia aliada’
  • 11:38 Bolsonaro recorre às táticas da extrema-direita mundial para atacar máscara
  • 10:04 PF aponta como o ‘gabinete do ódio’ se expandiu além do Palácio do Planalto

A namoradinha do Brasil acaba de determinar a exoneração da pastora missionária Jane Silva, que exercia o cargo número dois da Secretaria de Cultura, seja lá o que isso for.

Perguntada, Jane disse que não sabe o motivo de sua exoneração, que já foi confirmada pelo Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antonio.

Dizendo-se surpresa, procurou a assessoria do presidente e disse que ninguém estava sabendo da novidade. Mas Jane jogou o veneno no ar, dizendo que a motivação de sua exoneração foi arquitetado por Humberto Braga que, segundo ela, está cotado para dirigir a Funarte.

De acordo com a missionária demitida, ele é quem está mandando na cultura.

O estranho dessa história é que, cinco dias atrás, Regina Duarte e Jane Silva pareciam univitelinas, por isso a notícia da demissão da missionária, que já se espalha pelas redes, causa certa perplexidade, por Regina ter tratorado uma pessoa que parecia ser uma de suas pontas de lança no comando da pasta.

Agora é aguardar para ver quem de fato vai ocupar o lugar dela, se é que será ocupado por alguém.

 

*Da redação

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: