14 de novembro de 2021
  • 10:46 As chances de Moro tirar Bolsonaro do páreo
  • 09:19 Brasil da burguesia financeira acaba com a ciência e abre fosso tecnológico
  • 07:47 ‘Incompetente Bolsonaro’, diz líder da esquerda alemã que apoia Lula
  • 22:10 Fiocruz alerta para a onda de Covid na Europa e Ásia
  • 18:19 Google diz à CPI da Pandemia que não pode fornecer dados de Bolsonaro

Dos R$ 690 milhões que receberia como crédito suplementar, pasta ficará apenas com R$ 89,8 milhões.

Bolsonaro sancionou nesta sexta-feira o projeto de lei que reduz drasticamente recursos extras que seriam destinados ao Ministério da Ciência e Tecnologia. O projeto abre um crédito suplementar de R$ 690 milhões, que inicialmente seria destinado integralmente à Ciência e Tecnologia. Entretanto, durante a tramitação no Congresso, o Ministério da Economia pediu uma redistribuição dos recursos para outros ministérios, restando míseros R$ 89,8 milhões para a destinação original.

Essa mudança foi aprovada pelos parlamentares na semana passada e agora foi sancionada por Bolsonaro. Na semana passada, o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, disse que foi pego de surpresa pela decisão e que chegou a cogitar pedir demissão. Mas desistiu acreditando na promessa de ajuda de Bolsonaro para recompor o orçamento.

Entidades científicas afirmam que a medida vai prejudicar a pesquisa no país, afetando a concessão de bolsas pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e manutenção de institutos.

Ao invés de liberar o dinheiro para a área científica, o governo fez repasses para seis pastas. O maior valor foi para o Ministério do Desenvolvimento Regional (R$ 252 milhões), para a ações de defesa civil, habitação e infraestrutura hídrica. O Ministério da Educação recebeu R$ 112 milhões para bolsas e apoio à educação básica.

Comunicações recebeu R$ 100 milhões para programas de inclusão digital. Outras pastas contempladas foram Agricultura (R$ 58 milhões), Saúde (R$50 milhões) e Cidadania (R$ 28 milhões).

*Com informações de O Globo

Caros Leitores, precisamos de um pouco mais de sua atenção

Nossos apoiadores estão sendo fundamentais para seguirmos nosso trabalho. Leitores, na medida de suas possibilidades, têm contribuído de forma decisiva para isso. Agradecemos aos que formam essa comunidade e convidamos todos que possam a fortalecer essa corrente progressista. Seu apoio é fundamental nesse momento crítico que o país atravessa para continuarmos nossa labuta diária para trazer informação de qualidade e independência.

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica
Agência 0197
Operação 1288
Poupança: 772850953-6
Arlinda Celeste Alves da Silveira
CPF: 450. 139.937-68
PIX: 45013993768

Agradecemos imensamente a sua contribuição

Celeste Silveira

Produtora cultural

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: