20 de novembro de 2021
  • 17:12 Canto dos Quilombos: uma homenagem ao dia da consciência negra
  • 15:15 Revelação bombástica: governo Bolsonaro ajudou Olavo de Carvalho a fugir do Brasil com avião da FAB
  • 11:48 Áudio: Deputado bolsonarista entrega o preço da eleição de Arthur Lira
  • 10:22 Governo Bolsonaro ‘censurou’ artigo científico e ‘apagou’ pareceres técnicos
  • 09:00 A estranha pesquisa que turbina votação de Moro

Num país que tem uma população de 211 milhões e destes 56% são de negros e pardos, ser necessário um trabalho intenso de conscientização da igualdade racial é, no mínimo, absurdo, pra não dizer chocante.

É preciso lembrar que, no Brasil, os negros são maioria, mas são minorizados.

É preciso lembrar que não por acaso a música brasileira é a mais rica do mundo, porque ela carrega em seu ritmo herdado da África a sua maior beleza e riqueza.

A todos os nossos irmãos negros, fica aqui a nossa carinhosa homenagem.

“Canto dos Quilombos”, uma música de Carlos Henrique Machado Freitas

*Foto destaque: Mãe Terezinha do Quilombo da Fazenda São José, Valença, RJ

Caros Leitores, precisamos de um pouco mais de sua atenção

Nossos apoiadores estão sendo fundamentais para seguirmos nosso trabalho. Leitores, na medida de suas possibilidades, têm contribuído de forma decisiva para isso. Agradecemos aos que formam essa comunidade e convidamos todos que possam a fortalecer essa corrente progressista. Seu apoio é fundamental nesse momento crítico que o país atravessa para continuarmos nossa labuta diária para trazer informação de qualidade e independência.

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica

Agência 0197
Operação 1288
Poupança: 772850953-6
Arlinda Celeste Alves da Silveira
CPF: 450. 139.937-68
PIX: 45013993768

Agradecemos imensamente a sua contribuição

 

Celeste Silveira

Produtora cultural

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: