23 de novembro de 2021
  • 09:21 Bolsonaro quer privatizar o Enem, dizem especialistas
  • 08:51 O fascismo incurável do Estadão e sua “escolha difícil 2”
  • 23:05 Vídeo: Aluna branca agride fisicamente professora negra: “É negra e está me irritando”
  • 20:31 STF impõe derrota a Bolsonaro e determina implantação de renda básica em 2022
  • 17:22 Moraes nega quebra de sigilo telemático de Bolsonaro

Especialistas em educação afirmam que o projeto de Jair Bolsonaro consiste em destruir o Enem, para que o acesso às universidades volte a ser feito por vestibulares privados, o que dificultaria o acesso da população mais pobre ao ensino superior. “Bolsonaro quer privatizar o Enem”, disse Daniel Cara, nesta segunda-feira, 22 ao 247.

Ainda dizem os especialistas que o plano de Jair Bolsonaro é privatizar novamente o acesso às universidades, dificultando o caminho para os mais pobres.

De acordo com reportagem de Bruno Alfano, em O Globo, o Banco Nacional de Itens (BNI), que reúne questões testadas e aprovadas para entrarem nas provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), está acabando, alertam servidores do Inep, instituto responsável pela realização e aplicação da prova. Atualmente, segundo duas pessoas do Inep que participaram da elaboração das provas, não há questões disponíveis para o exame de 2022.

Desde o fim do governo Temer, o banco nunca recebeu novos itens, ao contrário do que ocorria todos os anos, em gestões anteriores. Essa falta de novas perguntas explica, por exemplo, por que não houve uma só questão ou texto citando a pandemia de Covid-19. Surgida em 2020, ela ainda não existia quando as últimas questões foram incluídas no banco, há três anos.

O Inep já teve quatro presidentes durante o governo Bolsonaro. Além disso, outro posto chave, o comando da diretoria de Avaliação da Educação Básica, diretamente responsável pela elaboração da prova, também teve alta rotatividade, com seis diretores nesse período. O cargo também chegou a ficar quase cinco meses sem titular, em 2019.

Em 2020, o governo Bolsonaro lançou o primeiro edital para a escolha dos professores que montariam as novas questões. Eles foram chamados há dois meses para o curso de capacitação, que já foi concluído. No entanto, servidores do Inep afirmam que ainda não está claro se o processo está garantido com segurança, já que o prazo está apertado.

Caros Leitores, precisamos de um pouco mais de sua atenção

Nossos apoiadores estão sendo fundamentais para seguirmos nosso trabalho. Leitores, na medida de suas possibilidades, têm contribuído de forma decisiva para isso. Agradecemos aos que formam essa comunidade e convidamos todos que possam a fortalecer essa corrente progressista. Seu apoio é fundamental nesse momento crítico que o país atravessa para continuarmos nossa labuta diária para trazer informação de qualidade e independência.

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica

Agência 0197
Operação 1288
Poupança: 772850953-6
Arlinda Celeste Alves da Silveira
CPF: 450. 139.937-68
PIX: 45013993768

Agradecemos imensamente a sua contribuição

Celeste Silveira

Produtora cultural

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: