14 de agosto de 2022
  • 18:32 Bolsonaro diz que rachadinha é ‘meio comum’
  • 17:38 Por interferência, delegado do caso Milton Ribeiro pede ao STF a prisão da cúpula da PF
  • 16:52 Vídeo: Em entrevista, advogado do “hacker” Delgatti, conta como foi encontro com Zambelli
  • 15:55 Em vídeo, Lula se compromete a manter Auxílio Emergencial permanente
  • 15:04 As eleições começam no dia 16 com Lula na TV falando com o povo

O estouro desta barragem atingiria, além de Pará de Minas, as cidades de Pitangui, Onça de Pitangui (o distrito de São João de Cima) e Conceição do Pará (povoados de Casquilho de Baixo e Casquilho de Cima).

Alerta máximo foi emitido para os moradores do entorno da Usina Hidrelétrica do Carioca, em Pará de Minas. Segundo a prefeitura da cidade, a estrutura, que fica no distrito de Carioca, tem alto risco de rompimento.

O estouro desta barragem atingiria, além de Pará de Minas, as cidades de Pitangui, Onça de Pitangui (o distrito de São João de Cima) e Conceição do Pará (povoados de Casquilho de Baixo e Casquilho de Cima).

Os moradores dessas localidades, principalmente os que vivem abaixo da hidrelétrica da Santanense, estão sendo orientados a deixarem imediatamente suas casas. A situação é crítica e o dique está vertendo água pelas laterais e pelas bordas.

Segundo o Sargento Oliveira, da 2ª Companhia do 10° Batalhão do Corpo de Bombeiros, em declaração ao jornal O Estado de Minas, aproximadamente 100 pessoas estão sendo evacuadas. Os que não podem ir para casas de parentes e amigos estão sendo acolhidos em dois pontos de apoio no distrito de Carioca, o centro de saúde e o salão da igreja Nossa Senhora de Lourdes.

Equipes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil estão com um central de comando próximo da barragem. O sargento informa que as manchas do plano de ação da Santanense descartam o risco da água invadir a zona urbana de Pará de Minas. Em caso de rompimento, a água se estenderia por oito metros e ficaria restrita aos sítios, fazendas e residências de quem vive às margens dos rios São João e Pará.

*Com informações do GGN

Telegram

Caros Leitores, precisamos de um pouco mais de sua atenção

Nossos apoiadores estão sendo fundamentais para seguirmos nosso trabalho. Leitores, na medida de suas possibilidades, têm contribuído de forma decisiva para isso. Agradecemos aos que formam essa comunidade e convidamos todos que possam a fortalecer essa corrente progressista. Seu apoio é fundamental nesse momento crítico que o país atravessa para continuarmos nossa labuta diária para trazer informação de qualidade e independência.

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica

Agência: 0197
Operação: 1288
Poupança: 772850953-6

PIX: 45013993768

Agradecemos imensamente a sua contribuição

Celeste Silveira

Produtora cultural

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: