22 de maio de 2022
  • 10:43 É preciso remover o bolsonarismo no 1º turno, porque ele é o chorume do lixo da Globo
  • 16:23 Não sei se Duvivier foi bem no debate, mas sei que Ciro foi mal
  • 11:15 Sem abrir vagas suficientes, prefeitura deixa 15 mil pessoas no frio das ruas de São Paulo
  • 10:12 Elon Musk: “Vamos dar golpe em quem quisermos! Lide com isso”
  • 21:34 Vídeo: A visita de Elon Musk trouxe algum benefício ao Brasil? Baixou preço dos alimentos e combustíveis?

Muitos estão assistindo perplexos à narrativa contra Putin e contra a Rússia que a GloboNews vem empregando como se fosse um posto avançado do Pentágono no Brasil. Ou seja, da própria OTAN.

Não há qualquer espaço para o contraditório. Para os jornalistas da GloboNews, Putin é o representante do Mal e Biden, o cowboy americano que vai matar o índio malvado que comanda o exército russo contra a Ucrânia.

O apatetado presidente da Ucrânia não passa de uma marionete da CIA para condimentar a derrubada de Putin. E os EUA conseguir emplacar alguém menos próximo da China, na tentativa de impedir que o dragão chinês engula a economia americana até 2027, como está previsto nos quatro cantos do planeta.

Uma coisa que ficou evidente é que há um movimento sincronizado sob um único comando, e isso ficou escancarado quando o Ministro das Relações Exteriores da Rússia falava na ONU e a GloboNews transmitia ao vivo, quando a fala dele foi estrategicamente interrompida para, no mesmo instante em que o comandante do Pentágono passa a falar numa outra transmissão da emissora para, nitidamente, bloquear, ou melhor, censurar a fala do representante da Rússia na ONU.

Ou seja, a coisa tem método e vem de fora. Os brasileiros que esperavam ouvir uma única palavra contrária à narrativa massiva da Globo, mais do que se frustraram, tiveram que engolir toda aquela xaropada típica do Pentágono na sua velha e manjada tática de comunicação na guerra da informação.

Ocorre que, assim como o blog Antropofagista, há uma guerrilha bastante ágil da mídia independente que facilmente se conecta com outras mídias internacionais, trazendo a outra versão da guerra, o que promove um relativo equilíbrio de forças.

E é aí nesse ponto que os capitalistas perdem território, que a guerra da informação desenvolve suas novas táticas hegemônicas, na tentativa de bloquear a circulação de dados para que a versão predominante continue sendo a das oligarquias ligadas ao establishment americano.

Nós aqui do blog temos feito uma intensa campanha pedindo aos leitores que colaborem com o nosso trabalho, justamente porque sentimos na pele como estamos sendo censurados, sobretudo no Facebook, antes o maior canal de divulgação e, agora, praticamente as nossas publicações ficam invisíveis, porque fazem parte desse mecanismo de guerra que o capitalismo trava contra a sociedade.

Assim, solicitamos fortemente que os leitores que podem contribuir com qualquer valor, que nos ajudem a manter o nosso trabalho na linha de resistência por uma informação menos maniqueísta e, principalmente, menos rendida ao grande capital internacional.

Siga-nos no Telegram

Caros Leitores, precisamos de um pouco mais de sua atenção

Nossos apoiadores estão sendo fundamentais para seguirmos nosso trabalho. Leitores, na medida de suas possibilidades, têm contribuído de forma decisiva para isso. Agradecemos aos que formam essa comunidade e convidamos todos que possam a fortalecer essa corrente progressista. Seu apoio é fundamental nesse momento crítico que o país atravessa para continuarmos nossa labuta diária para trazer informação de qualidade e independência.

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica

Agência: 0197
Operação: 1288
Poupança: 772850953-6

PIX: 45013993768

Agradecemos imensamente a sua contribuição

Carlos Henrique Machado

Compositor, bandolinista e pesquisador da música brasileira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: