Categorias
Opinião

Israel já perdeu a guerra há muito tempo

Aquele doce Israel , vendido originalmente, desde 1948, como centro de excelência da ciência, das artes, das letras, com adição de açúcar, não existe mais..

Na medida em que a globalização da comunicação avançou, o cenário dessa grande farsa, foi sendo descortinado. A proibição automática de questionar qualquer ação protagonizada por Israel, ficou no passado.

Para piorar, diante dessa nova realidade, os sionistas de Israel recrudeceram, estalaram o verniz e perderam a pose, restando somente o que existe de mais medieval, em termos de civilização dos tempos atuais.

Israel, hoje, representa tudo de ruim, perverso e frio que um psicopata carrega consigo.

Certamente, a gota d’água para ser classificado como neonazista em todo o mundo, deu-se depois do último ataque e o roubo das terras da Palestina, com a destruição de gaza como um todo, mas sobretudo dos hospitais, fazendo com que tudo virasse pó, tendo com principais alvos, mulheres, crianças, idosos e doentes, sem dar chance sequer de perguntar se, no mundo, já existiu coisa pior do que o Estado terrorista de Israel. Certamente, não há.

Está aí tudo registrado, in loco, e não há como reverter a percepção real do que de fato Israel representa e que tem apoio incondicional do que existe de mais nefasto, nazista, fascista, bárbaro e medieval como civilização.

Assim, tal decadência cultural, moral e ética, que hoje representa o Estado sionista, pode-se afirmar, sem medo de errar, que Israel perdeu a guerra e tem tudo para perder a própria existência do Estado.

Categorias
Opinião

Enquanto Bolsonaro não começar a pagar pelos seus incontáveis crimes, seus comparsas avançarão sobre a constituição

Certamente, Bolsonaro entrará para a história como, se não o maior, um dos mais perigosos bandidos da história do Brasil.

Bolsonaro é psicopata, daqueles mais frios. Não foi sem motivo que o exército o excretou como furúnculo carregado de abcesso para não contaminar toda a tropa.

somente um sujeito com esse instinto e frieza, produziria a carnificina de covid contra a própria população. Por isso, ninguém entende o que está acontecendo para que esse animal não esteja numa jaula.

O que se observa com esse capítulo do Musk e do próprio Allan dos Santos, é que a demora em punir o psicopata do Vivendas da Barra está encorajando outros do seu bando a praticar ações mais ousadas e violentas.

A nítida tentativa de fuga para a embaixada da Hungria, não deixando dúvida sobre seus planos para fugir da cadeia, foi mais do que o suficiente para que Bolsonaro fosse imediatamente preso. E quanto mais tempo demorar, aparecerão mais insurgentes de comparsas bandidos.

Categorias
Opinião

Moro não procurou Gilmar para salvar seu mandato, e sim tentar escapar de uma iminente prisão

Moro, assim como Bolsonaro, está se borrando de medo de ser preso. Por isso foi pedir penico para Gilmar Mendes. Até porque a rede de criminosos de Curitiba vai toda em cana com ele. A coisa está feia para o ladrão de Galinha.

Sergio Moro escapou de processos, quando se elegeu senador, mudando o que sempre criticou, o foro privilegiado. Caindo de podre, terá que se ver com uma série de processos que podem sim, levá-lo à prisão.

É a percepção que se tem do intermúndio da política, da justiça e da imprensa. Se bobear, Moro e seu bando de Curitiba irão para a cadeia antes de Bolsonaro e seu clã.

A conferir.

Categorias
Opinião

O ladrão de rachadinha que reclama do judiciário, colocou no Ministério da justiça um ladrão de galinha

Em síntese, é disso que se trata, dois fascistas circunstanciais, Bolsonaro e Sergio Moro, que operaram dentro do Estado brasileiro, cada um a seu modo, para enriquecer e, junto, somar forças de arrecadação, enfiando familiares em seus esquemas de peculato e formação de quadrilha.

Glauber Braga já havia avisado a Moro que ele entraria para a história como um juiz corrupto e ladrão. E Gilmar Mendes disse a Moro foi uma espécie de variação sobre o mesmo tema, dando um sentido polifônico a esse extrato de mau-caratismo, que tem como fonte oficial a ganância pessoal associada ao cinismo do combate à corrupção ou qualquer outra forma de crime.

Por isso, não existe nada mais coerente do que o imperador das rachadinhas que, em seu super ministério, um ladrão de galinha.

E diga-se de passagem, promoveu uma emocionante ovação desses dois goelas grandes a fome com a vontade de comer.

Lógico, tudo foi feito no conceito de fraude eleitoral em que a cabeça de Lula valia ouro para ser descartada do pleito de 2018, num conchavo fraudulento inédito na composição ministerial.

Ou seja, um produto feito com parafina e pavio de algodão como um único problema, prazo de validade indeterminado. Em dado momento, o castelo de cartas cairia e a farsa compacta ruiria, sem que servisse para ser reciclada como papelão.

Agora, vemos em tom, que só pode ser jocoso, um ex-presidente, de ponta à cabeça, mergulhado no esgoto com inúmeras denúncias de corrupção que jorra das torneiras das investigações. dizendo que está sofrendo uma perseguição da ditadura do judiciário.

Isso mesmo, aquele sujeito, que passou a vida inteira mamando nas tetas do Estado sem produzir qualquer riqueza ou proposta ao país, vem tentando realizar um cavalo de pau contra tudo o que disse a vida inteira em prol da ditadura militar, das torturas e assassinatos, de figuras inclassificáveis como Brilhante Ustra.

E não tem como não lembrar que este, que é considerado o papa das rachadinhas de seu clã, botou na pasta da justiça coerentemente um magnânimo ladrão de galinha.

Moral da história, os dois viraram galinhas mortas em avançado processo de deterioração.

Categorias
Opinião

O que Elon Musk quer é desbloquear o caminho do crime organizado nas redes e ruas

O gringo sambando na Sapucaí, ok, é do jogo.
O gringo sambando na cara da sociedade brasileira para aumentar sua receita, é crime.

Musk, o gringo em questão, acha que o Brasil é um pardieiro e pede renúncia ou impeachment de Moraes, alegando que ministro traiu a Constituição. Os patriotas da Onça vão ao delírio com o delírio do ricaço

Se um sujeito desses der ordens ao STF, é melhor o país virar estacionamento.

Aqui, receitamos para Musk o Estatuto da Gafieira
Tá bem, moço?
Olhe o vexame
O ambiente exige respeito
Pelos estatutos da nossa gafieira
Dance a noite inteira, mas dance direito.

Aliás, pelo artigo 120
O distinto que fizer o seguinte:
Subir nas paredes
Dançar de pé pro ar
Morar na bebida sem querer pagar
Abusar da umbigada de maneira folgazã
Prejudicando hoje o bom crioulo de amanhã
Será distintamente censurado
Se balançar o corpo vai para a mão do delegado
Tá bem, moço?

Categorias
Opinião

Elon Musk, viraro novo bibelô do mundo animal, é um ótimo sinal.

A receita da elite do ódio sempre foi a mesma. Ela apoiou vivamente a ditadura militar para desbloquear o caminho do inferno e mandar os pobres e pretos para lá.

A grande obra dos ditadores sob a batuta dos endinheirados, foi o favelamento generalizado do Brasil. Chamaram isso de “milagre brasileiro”. Quando Brizola construiu a linha amarela, o Brasil pode ver o mar de favelas que tomou o Rio de Janeiro durante dos 21 anos de ditadura.

Nesse sentido, o senador Flávio Bolsonaro e o deputado Nikolas Ferreira preparam uma petição à Comissão de Direitos Humanos da OEA [Organização dos Estados Americanos] que mira Moraes. Um anexo, contendo as declarações de Elon Musk, deve ser incluído. O blogueiro Allan dos Santos, foragido do STF e que vive atualmente nos Estados Unidos, já depôs à OEA e criticou Alexandre.

Quando o carioca zona sul entrou na linha amarela pela primeira vez e deu de cara com uma oceano de favelas, que ele não imaginava existir, foi um faniquito generalizado. Estamos cercados de favelas e favelados!! Ipanema, o oráculo dos sofisticados, pirou.

Para desespero dos bem nascidos, Brizola proibiu a polícia de subir os morros e enfiar o pé na porta. Ele construiu uma rede de escolas nos lugares mais pobres da cidade e, claro, foi excomungado pelo gado da época. Isso mostra que o pasto que vota em Bolsonaro já existia antes dele.

Isso significa que acabou nosso estoque de bestas brejeiras e nosso gado premiado teve que importar o figuraça.

Categorias
Opinião

Com medo de fazer companhia a Bolsonaro na cadeia, Malafaia usa Zé Dirceu para atacar o STF

Não queiram me convencer que o vigaristaço Malafaia está atacando obcessivamente o STF por amor a Bolsonaro.

Ele está assinando termo de culpa que nós ainda não sabemos de que, ele sabe.

Lógico que o embusteiro charlatão chegou com a velha receita de que a direita, sem rumo, segue usando contra Dirceu. Mas, Alexandre de Moraes é quem estava em sua mira. Justo o ministro que está detonando o comparsa de um dos maiores vigaristas da história. O lesa fieis estava possesso.

O trapaceiro velhaco acha que o Brasil é um grande templo neopentecostal para ele fazer de trouxa toda a sociedade. Na verdade, Malafaia sabe que Bolsonaro, sendo preso, ele será o próximo a cair nas mãos do Xandão. Daí o faniquito pré-datado e sem fundos do vagabundaço.

Podem apostar, Bolsonaro preso, vai entregar todos os seus aliados.

Categorias
Opinião

Clã PIB Zero

Esse quinteto, que sempre viveu das tetas gordas do Estado, nunca, jamais, em tempo algum, gerou um tostão de PIB para a nação.

O clã Bolsonaro é formado por vagabundos convictos. Sempre operaram como encosto dentro do corpo do Estado em busca de grana e privilégio.

Vejam só, aqui neste texto mantemos uma linha de raciocínio apenas na prática de uma família inteira sanguessuga do país. Gente que, nos quatro anos do governo Bolsonaro, comprou quatro mansões, uma para cada filho, mansões hollywoodianas, muito menos falamos do esquema de peculato e formação de quadrilha, que fez o Coaf acender a luz amarela no esquema, por exemplo, em que o miliciano Queiroz depositava para Flávio e para Michelle. Prática, largamente utilizada por Queiroz, já na época de Bolsonaro.

Aqui estamos tão somente focando numa quadrilha inteira que, na sua história, não teve qualquer participação na construção do PIB do país. Eles são os famosos “venha a nós tudo e ao vosso reino, nada”.

Isso mostra que nunca tiveram qualquer ideologia econômica conservadora ou liberal, como gostam de arrotar. Sempre operaram como um bando de hienas que atacava de corriola os cofres do Brasil, com direito a Bolsonaro dizer que, sempre que pôde, sonegou impostos, impostos estes que o país, através dos brasileiros que de fato suam a camisa e pagam para que o clã Bolsonaro, há mais de três décadas, mama nas tetas do Estado.

Ainda tiveram coragem de discursar pela diminuição e eficácia do Estado, sendo que eles sempre fizeram parte dos problemas do Brasil, que paga muitos aspones como eles para não produzir nada que preste para o país.

Isso causa ainda mais perplexidade quando se sabe que a imensa maior parte desse hospício chamado bolsonarismo, é formada por pessoas com educação superior, gente letrada. Isso nos obriga a fazer uma pergunta inevitável, o que esses letrados leram a vida inteira para serem arrastados para o fanatismo pelo pior tipo de brasileiro, como é a família Bolsonaro.

Categorias
Opinião

De herói nacional a ladrão de galinha, Moro foi do estrelato a pior humilhação

Todos os passos de Sergio Moro buscaram uma só direção, a de um incontestável pop star. Sim, esse era o plano, o de fazer dele uma vaca sagrada, intocável para os mortais.

Moro era o grande símbolo da moralidade pública. Alguém acima do bem e do mal, incontestável, intocável, inalcançável.

Moro fez seu próprio caminho, sua própria justiça e sua própria constituição. Tudo feito através da mídia para que ninguém tivesse coragem de questionar seu absurdo método fascista . Não aceitava nada que não fosse 100% de acordo com sua gigantesca ambição. Não aceitando as leis, mas fazendo as suas.

Categorias
Opinião

Em vídeo golpista, a bolsonarista Antonia Fontenelle, chama Bolsonaro de banana, Moro de ladrão de galinha e elogia Moraes

Das profundezas do fascismo nativo, deparamos com uma daquelas figuras com a qualidade de um pensador bolsonarista. Fazendo, de modo anormal, uma campanha golpista, Fontenelle chamou a direita golpista de frouxa, de banana e ladra de galinha.

Fontenelle disse admirar a coragem de Moraes, porque, independente de fazer a coisa errada, afirmou que Moraes tem coragem de colocar o pau na mesa.

A moça nunca foi uma grande artista ou algo que honre seus pares. Então, resolveu fazer a cena na base da intuição de notável mediocridade, para ver se desabrocha o golpe com o qual ela e tantos outros bolsonaristas bestiais sonham.

Sua exaltação a Moraes é cínica, pois traduz a ideia de que ele teria coragem de perseguir qualquer um do campo bolsonarista, sem que houvesse um valentão da direita fascista para peitar o ministro do STF.

Isso denota um desespero da ampulheta virada, contando os minutos para o expectador assistir à prisão de Bolsonaro, enquanto come pipoca.