4 de março de 2021
  • 23:23 Coincidência?: Ex-dono da mansão de Flávio namora assessora de juiz do STJ que anulou provas da rachadinha
  • 19:54 Ontem Bolsonaro comemorou 1.726 mortes com leitão e gargalhadas. Qual será o cardápio macabro com quase 2 mil mortes?
  • 19:08 O preço do negacionismo: Brasil registra 1.910 mortes em 24 horas
  • 17:10 MPF queria dar imunidade a executivo e usar delação para investigar defesa de Lula
  • 15:21 CGU impõe 2 anos de ‘mordaça’ a professores em troca de suspensão de processo por críticas a Bolsonaro

No dia em que estudantes, professores e trabalhadores da educação saíram às ruas em pelo menos 126 cidades de 25 estados e do Distrito Federal, a capital paulista registra uma manifestações mais expressivas; segundo a União Nacional dos Estudantes (UNE), uma das entidades que organizaram as manifestações, já são mais de 300 mil pessoas participando da manifestação; concentração começou no Largo da Batata, em Pinheiros, e seguiu em passeata pela Avenida Rebouças em direção à Avenida Paulista.

Cidades brasileiras registraram nesta quinta-feira (30) protestos em defesa da educação. Até por volta de 20h15, atos foram registrados em ao menos 126 cidades de 25 estados e do Distrito Federal.

Na cidade de São Paulo, segundo a União Nacional dos Estudantes (UNE), uma das entidades que organizaram as manifestações, já são mais de 300 mil pessoas participando da manifestação.

Na capital paulista, a concentração dos manifestantes começou no Largo da Batata, em Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo. O grupo seguiu em passeata pela Avenida Rebouças em direção à Avenida Paulista.

Assista a vídeos da manifestação em São Paulo:

 

 

 

 

*Com informações do 247

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: