22 de setembro de 2021
  • 19:25 Vídeo: Há uma grande pizza sendo preparada para livrar a cara do clã em troca da renúncia à candidatura de Bolsonaro
  • 17:22 Diretor da Prevent confirma: empresa retirava Covid da ficha de internados e colocava outra doença no lugar
  • 16:10 Como já escrito nas estrelas, Bolsonaro e Centrão preparam uma grande pizza para livrar o clã da cadeia
  • 14:02 Prevent Senior também omitiu Covid como causa da morte da mãe do Veio da Havan.
  • 12:25 Polícia Federal chega ao esquema de Ricardo Barros com medicamentos de alto custo

Show de Caetano Veloso em Buenos Aires gerou grande comoção, terminando em um “Lula Livre” do filho de Caetano e um “Macri ya fue” dos argentinos.

O show de Caetano Veloso em Buenos Aires, na noite desta quinta-feira (19), gerou grande comoção entre a plateia de argentinos, com o estopim do cenário terminando em um “Lula Livre” do filho de Caetano e um pedido do público para a saída de Maurício Macri e Horacio Rodríguez Larreta, o prefeito da capital.

“Quando quatro integrantes da família Veloso invadiram, na quinta-feira 19 de setembro pela noite, o palco do Gran Rex, o que se produziu foi uma sessão massiva de hipnotismo nunca antes vista”. Assim descreveu um dos jornais mais conhecidos da Argentina, o Clarín.

A crônica assinada por Eduardo Barone, na tarde de hoje do jornal [leia aqui], descreveu o show como um “transe grupal de três mil almas levitando suavemente (…) pela mão experiente de Caetano”, dada a emoção narrada pelos 3 mil argentinos que lotaram a plateia. “E por favor, acreditem: eu nem sequer estou próximo de poder expressar a experiência vivida”, continuou.

O show de Caetano acompanhado por seus filhos Moreno, Tom e Zeca, em quatro cadeiras, algumas guitarras espanholas, um baixo e um piano “foi tudo o que necessitaram os Veloso para colocar o teatro nas suas mãos já na segunda canção”, completou.

Mas o estopim da noite emocionada foi ao final, quando Moreno teve que sair do palco e inesperadamente voltou ao refrão e disse que “os argentinos trouxeram de volta a esperança”. Ante a qualquer dúvida do que queria dizer o filho de Caetano, completou: “Lula Livre”. A plateia, ao delírio, emendou: “Si vos querés, Larreta también”.

A frase é um coro da música viralizada logo após as primárias na Argentina, com a derrota de Maurício Macri nas eleições, que diz: “Macri ya fue, Vidal ya fue, si vos querés, Larreta también”. Em tradução: Macri já foi, Vidal já foi, se você quiser, Larreta [o prefeito de Buenos Ayres] também.

 

 

*Do GGN

Celeste Silveira

Produtora cultural

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: