28 de fevereiro de 2021
  • 15:25 Por pandemia e Amazônia, Brasil será visto como país que põe Humanidade em risco
  • 13:19 STF acolhe pedidos de SP e MA e manda ministério pagar leitos de UTI covid
  • 10:42 No Brasil, Investimento é o menor em 53 anos, e vai piorar
  • 09:59 Um presidente tem carta branca para produzir matanças? Ninguém entende como Bolsonaro não foi arrancado da presidência
  • 22:43 Intimidação do STF pela cúpula militar originou governo ilegítimo

O general Mourão defende policiais no caso Ágatha e questiona versão da família.

O Presidente em exercício culpou o narcotráfico pela morte da criança e disse que, em casos como este, ‘é a palavra de um contra o outro’.

Mourão reforçou que há atuação de narcoquadrilhas em comunidades do Rio que estão estruturadas como as guerrilhas colombianas. E disse, ainda, que elas possuem uma “força de apoio” que poderia até responsabilizar policiais por confrontos.

“Elas (narcoquadrilhas) têm força de apoio. Aquela que varre a rua depois do confronto, aquela que diz que quem atirou foi a polícia, independente da investigação que tenha sido feita, é aquela que dá sustentação logística, é o fogueteiro que avisa que a polícia chegou”, disse. “Infelizmente, a gente tem que reconhecer que em determinados lugares do Brasil se vive uma guerra. E aí acontecem tragédias dessa natureza.

O general Mourão deu vários exemplos de como agem os narcotraficantes, mas, por um lapso, certamente, não se lembrou de citar que existe um militar preso na Espanha por traficar no avião da comitiva de Bolsonaro 39 kg de pasta pura de cocaína.

Poderia dizer como esses narcotraficantes operam usando um militar das Forças Armadas, o avião da Presidência da República debaixo do nariz de generais como Mourão sem ser incomodados pela polícia brasileira, só sendo descoberto e preso por policiais espanhóis em território espanhol.

O caso desse narcotráfico no avião oficial da comitiva presidencial está sendo mantido em sigilo, mas Mourão disse em sua coletiva, na cara dura que, dentro do estado de direito, a lei tem que valer para todos.

Vai entender.

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES

2 COMMENTS

  1. JORGE ANTONIO DA SILVA Posted on 24 de setembro de 2019 at 16:19

    VELHO DECRÉPT. LIXO HUMANO. ESCÓRIA DA HUMANIDADE

    Reply
  2. Cesar Godinho Posted on 29 de setembro de 2019 at 07:54

    O Moerão, velho do carvalho, tem razão. A quantidade de policiais drogados nas ruas é uma coisa impressionante. Vi um vídeo um policial sai de uma viatura totalmente dopado, deu tiros para cima, ameaçou transeuntes, tomou a marmita de trabalhador e jogou fora, deu tiros para o chão, agrediu outro transeunte. Os 270 tiros disparados com um carro, onde 80 perfuraram a lataria e mataram seu condutor, não seria depois de uma rodada de cheiro, o tiro que matou uma criança indo para escola não obra do cheiro. A quantidade de policiais que se matam no Rio de Janeiro é a evidencia mais clara do que eu digo.

    Reply
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: