25 de janeiro de 2021
  • 21:25 A pedagogia do conflito não rende mais uma única fibra muscular a Bolsonaro
  • 20:17 Em 2020, Governo Bolsonaro gastou R$ 15 milhões em leite condensado
  • 19:30 Urgente: STF abre inquérito para investigar responsabilidade de Pazuello na crise de saúde em Manaus
  • 17:41 Com o rabo entre as pernas, “mito” comemora a chegada de insumos da China para vacina que ontem disse que não prestava
  • 17:08 Há 9 dias Bolsonaro ignora oferta de aviões dos EUA e ONU para oxigênio a Manaus

Revelação foi feita em entrevista ao programa Três em Um da Rádio Jovem Pan.

Após o presidente Jair Bolsonaro declarar suspeitar que uma pessoa próxima estaria envolvida no episódio da facada de Adélio Bispo, o ex-ministro Gustavo Bebianno – apontado pelo O Antagonista como o “suspeito” – soltou o verbo no programa 3 em 1 da Rádio Jovem Pan. O ex-bolsonarista, que pregou a interdição de Bolsonaro, afirmou que um aliado do presidente tentou sequestrar o jornalista Lauro Jardim, do O Globo, e fez ameaças a outros profissionais do grupo.

“O presidente parece que escolhe a dedo pessoas muito perigosas. Há um pessoa muito próxima a ele que recentemente tentou sequestrar um jornalista do Sistema Globo. Pegou o jornalista Lauro Jardim na saída de um restaurante em São Paulo e tentou enfiar o Lauro Jardim dentro de um automóvel. O Lauro ficou muito nervoso, muito preocupado, o assunto foi levado à direção da TV Globo, foi parar no departamento jurídico e essa pessoa foi notificada pelo Sistema Globo para que não se aproximasse mais do Lauro Jardim”, declarou o ex-ministro.

“Essa mesma pessoa já ameaçou uma outra jornalista da Revista Época e já fez ameaças veladas a uma outra jornalista do Jornal O Globo. São essas as pessoas que estão ao redor do presidente. É muito preocupante”, completou.

O ex-aliado ainda reafirmou que está se reunindo com juristas para tentar pedir a interdição de Bolsonaro. “É um quadro grave de loucura. Me preocupa muito o Brasil estar entregue nas mãos de uma pessoa tão desequilibrada, porque se ele é capaz desse tipo de atitude em relação a assuntos menores, se é capaz desse tipo de loucura, de devaneio, ele poderá colocar o Brasil em situações muito complicadas. Acho que o Brasil não pode estar sob o comando de uma pessoa tão desequilibrada”, afirmou. “Vou processá-lo na esfera cível, criminal, e vamos promover um processo de interdição”, completou.

A revelação gerou uma grande repercussão nas redes. O jornalista Fabio Pannunzio foi um dos que condenou o episódio. “É gravíssima a denúncia do Gustavo Bebianno à Jovem Pan de que alguém muito próximo de Bolsonaro tentou sequestrar o jornalista Lauro Jardim. Não tenho dúvida de que jornalistas são alvo da ira desse grupo de fanáticos, mas uma ação como essa pode botar abaixo a República”, disse.

Confira o vídeo:

 

 

*Com informações da Forum

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: