25 de julho de 2021
  • 15:50 Quando a direita vai entender que ela tem prestar contas ao povo e não à esquerda?
  • 14:52 Ciro Nogueira é investigado em inquéritos sigilosos por beneficiar empreiteiras
  • 14:11 Pegasus: vazamento revela abuso de espionagem cibernética
  • 12:05 Investigado por tráfico de influência, filho de Bolsonaro fez permuta para se hospedar em ‘casa dos sonhos’
  • 11:11 Brian Mier, jornalista norte-americano, avisa: ‘EUA vão armar um novo golpe contra Lula’

Estado atuante, parceria com Cuba, intervenção pública coordenada, planejamento público e ações duras que não subestimaram a epidemia desde o início: China superou pico das infecções e registra apenas 15 novos caso

O governo chinês declarou hoje que o pico da epidemia de coronavírus no país passou, mesmo dia em que houve registro de apenas oito novas infecções na província de Hubei, onde a covid-19 surgiu. É a primeira vez que a contagem diária fica abaixo de 10.

Com a desaceleração, mais empresas reabriram e Hubei anunciou um novo afrouxamento das restrições de viagens. Ao todo, o número de novos casos diários de covid-19 na China caiu para 15.

“De um modo geral, o pico da epidemia já passou para a China”, disse Mi Feng, porta-voz da Comissão Nacional de Saúde.

Enquanto o vírus se espalhando rapidamente em todo o mundo, seu progresso na China diminuiu acentuadamente nos últimos sete dias, resultado de medidas impostas para controlar o movimento de pessoas e tráfego, incluindo o bloqueio virtual de Wuhan, cidade de 11 milhões de pessoas. Ontem, a OMS (Organização Mundial da Saúde) classificou o coronavírus como pandemia e cobrou ação de governos.

O Brasil registrou 73 casos até hoje.

 

*Da redação

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: