21 de outubro de 2020
  • 00:00 Vídeo: A profecia de Elis Regina, em sua última entrevista, sobre a chegada do neofascismo no Brasil
  • 19:34 Brasil tem a maior inflação dos alimentos desde o início do Plano Real, em 1994
  • 18:11 Vídeo: Por que não causa indignação na mídia Moro libertar os doleiros da Lava Jato?
  • 15:38 Bolsonaro enfia o Brasil no meio da guerra comercial de EUA e China
  • 13:26 Brasil, o pior dos BRICS em 20 anos, teve sua economia detonada por Temer e Bolsonaro

O guru do fim do mundo, Olavo de Carvalho, se supera a cada dia em seu charlatanismo rococó.

Diz Olavão: “Luiz Henrique Mandetta, deveria ser “preso” porque ele está escondendo remédios para uma suposta cura do coronavírus.”

Mas que coronavírus?

Olavo cansou de dizer que isso era invenção dos chineses para dominar o mundo e que ninguém tinha morrido disso.

Agora, o vigarista da astrologia jeca, fala que Mandetta quer fabricar mortos junto com governadores para derrubar a economia e, consequentemente, Bolsonaro.

O cara é muito patife.

Olavo ainda criticou o coordenador do Centro de Contingência ao Coronavírus de São Paulo, David Uip, que alegou razões pessoais para não falar se tomou hidroxicloroquina como tratamento para a covid-19.

“Esses médicos foram curados e escondem o nome do remédio para ninguém mais tomar. Você acha que isso é compatível com o juramento do médico? E esse ministro de merda também devia estar na cadeia também, está escondendo remédio. Ele podia salvar milhares de pessoas”, completou o impostor.

Como pode?

Ontem, para o picareta, nem existia o coronavírus e, agora, diz que querem matar milhares de pessoas escondendo o remédio da cura.

O nome disso é cinismo despudorado de um salafrário com a mesma desfaçatez de Bolsonaro.

 

*Carlos Henrique Machado Freitas

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES

1 COMMENTS

  1. Hilton Ferreira Magalhães Posted on 22 de maio de 2020 at 07:09

    O sr. Olavo não fala cré com cré. Faz uma mistura danada de conceitos que se pedir para repeti-los minutos depois vai entrar em contradição. O que esse sr. chama de exército de bolsonarista lembra-nos os fartos exemplos de fanáticos que atentaram contra a própria vida, cujo exemplo mais terrível e marcante foi o suicídio coletivo das Guianas. Arvora-se a palpitar soluções que raiam a demência. Veja só que sinuca de bico o Brasil está metido!
    Fala em ações e não de ideário. Diz que os que comungam de mesmo pensamento político-ideológico, em algum momento, vão cometer autofagia para serem mandatário do poder, como, segundo a sua teoria maluca, o exército bolsonarista estaria ileso. Está aí uma primeira contradição e dentre as várias baboseira que cuspiu. Não nos iludamos! Há muita gente que o seguirá até ao final dos tempos. Fanáticos são refratário a mudar de opinião. É como se diz:”Malhar em ferro frio!”

    Reply
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: