14 de maio de 2021
  • 20:16 Vídeo: CPI da Covid revelou hoje que Carlos Bolsonaro participou da reunião com a Pfizer
  • 19:21 Governo Bolsonaro rejeitou cinco ofertas de vacina em 2020; veja as propostas
  • 17:38 PM do RJ decide que Queiroz está ‘apto’ a voltar a andar armado
  • 16:39 A CPI da Covid já convocou o “vereador federal” Carlos Bolsonaro para depor?
  • 14:59 Bolsonaro e ministros vão receber salário acima do teto, com regra que permite acumular aposentadoria e salário

Se por uma campanha a favor do Estado mínimo para manter garantias ao mercado, a mídia brasileira vendeu, anos a fio, que os servidores públicos eram caros ao país, agora, com essa esculhambação generalizada do governo Bolsonaro empesteado de militares, o povo está tendo uma visão clara do real preço da incompetência.

Se três instituições nesse país conseguem se destacar diante da tragédia provocada pelo governo militar de Bolsonaro, que já custou a vida de mais de 210 mil brasileiros, essas três instituições são públicas e de excelência e conseguem fazer do limão, limonada. São elas, Butantan, Fiocruz e SUS, que revelam, ao contrário do que sempre vendeu a mídia, servidores públicos altamente competentes, dedicados de corpo e alma para salvar o que de fato interessa ao país, a vida dos brasileiros.

Na outra ponta estão Bolsonaro e os militares, pior, um general da ativa no comando da pasta da Saúde que, criticado pela oposição de não saber nada sobre saúde, o boquirroto três estrelas verde oliva, trombeteou que era o rei da logística.

O resto do que está acontecendo nem é preciso repetir aqui. O resultado disso é uma saraivada de críticas, vindas da sociedade em massa, à incompetência dos militares do governo.

E não tem como as Forças Armadas continuarem negando sua participação na quase totalidade do governo e menos ainda que tem sim responsabilidade na morte de mais de duas centenas de milhares de vítimas mais de Bolsonaro do que da Covid.

Os militares se mostraram mais do que incompetentes, mostraram-se bajuladores de Bolsonaro, seja seja por regalias e privilégios que recebem para compensar a falta de profissionalismo, seja para encobrir a incompetência louvada como talento máximo das Forças Armadas.

Essa gente, que é cara ao país, que está irmanada com a política de descaso do mandatário da nação, tem passado atestado de inutilidade diuturnamente. Mas agora quer transformar a própria incompetência, a própria nulidade em arrogância, como se isso encobrisse o fracasso desse governo.

A incompetência desse governo militar já destruiu o país, com uma economia em franca decadência, já matou milhares de brasileiros por covid e, como todo incompetente, culpa a todos pelo seu fracasso, porque não tem a menor aptidão para o trabalho, para o conhecimento, para o estudo. Daí que qualquer execução fora de determinadas funções que exigem o mínimo, a incapacidade e inabilidade dos militares que orbitam o governo Bolsonaro se mostram assombrosas.

É fato que o governo Bolsonaro é repleto de incompetentes civis, mas o que os difere dos militares, sobretudo os generais, é que estes são ególatras incompetentes.

As declarações de Bolsonaro e Pazuello, que vive roncando que é militar, escancaram tudo, o que também nada tem de original, já que a arrogância gabola sempre foi a arma do inútil.

O que os deixa enfezados é que o povo os está tratando de acordo com o seu nível de nulidade em meio à pandemia, a ponto dos brasileiros, que estão sob agonia e morte, precisarem que o governo da Venezuela os acudam com o envio de oxigênio para o estado do Amazonas.

Nas esquinas, nos bares, nos lares e até nas aglomerações tão estimuladas por esse governo de incompetentes, o povo só diz duas coisas, que o governo é uma esculhambação, mas acima de tudo, é cruel com a população.

E se até aqui os nulos militares se limitavam apenas a desprezar as críticas da sociedade, agora, por total falta de grandeza social, democrática e política, respondem com estupidez as honras de inépcia total que fizeram por merecer.

*Carlos Henrique Machado Freitas

Siga-nos no Whatsapp: https://chat.whatsapp.com/HP8y7rcSg0Z5XQeXMYWpd8

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica: Agência 0197
Operação: 013
Poupança: 56322-0
Arlinda Celeste Alves da Silveira
CPF: 450.139.937-68

PIX: 45013993768
Agradecemos imensamente a sua contribuição

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES

1 COMMENTS

  1. Pingback: Os militares estão enfezados porque o mundo todo descobre agora o que o Brasil todo já sabe: são incompetentes, caros e inúteis  – Brasdangola Blogue
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: