26 de setembro de 2021
  • 10:28 Sergio Moro, o candidato do nada
  • 09:28 Juíza que atuou no Tribunal de Haia diz que há prova suficiente para condenar Bolsonaro
  • 19:53 Marcio Garcia, o filho de Alexandre Garcia
  • 19:10 O suposto combate à corrupção no Brasil produziu dois golpes e levou ao poder dois corruptos
  • 17:31 Estatais de Exército e Marinha são excluídas de auditoria sobre pagamentos de R$ 44 mi acima do teto

Uma coisa já é consenso, Bolsonaro é de uma inutilidade absoluta, é grotesco e não faz outra coisa na vida que não seja se esforçar em uma nova mentira.

Bolsonaro não consegue mais abrir a boca sem contar uma nova mentira, pior que isso, não consegue mais esconder a mentira que sempre foi.

Nesta quinta-feira, quando disse que nasceu politicamente com o centrão e que este não saiu dele, assim como ele não saiu do centrão, ele chamou os bolsonaristas de otários.

Para piorar, um dos mais patéticos e bem pagos fiéis escudeiros, Rodrigo Constantino, encerrou a fatura dando um bico nos escrúpulos, até porque não tem outra alternativa. Ele solta esta pérola:

Não há nenhum conservador feliz com a expansão do centrão no governo. Mas eis o que muitos entendem:

É o governo mais à direita que tivemos, com mais gente séria, agenda reformista virtuosa e sem escândalo de corrupção até aqui. O sistema é podre mesmo. Rodrigo Constantino

Rodrigo Constantino todos sabem, é um pano de chão enlameado, mas é isso que sobrou para Bolsonaro tentar limpar a sua imagem que está mais imunda do que uma latrina entupida. Ele faz isso junto com outras figuras da Jovem Pan com o mesmo calibre e caráter que são fonte de informação do gado, mas não defendem Bolsonaro a qualquer custo, ao contrário, o custo é alto e quem paga, via Secom, somos nós contribuintes.

E essa turma está fazendo um senhor pé de meia nas nossas costas, via Bolsonaro.

Por outro lado, imagina-se que o tico e o teco de um minion tenham dado um nó, já que o coitado do gado dormiu xingando o centrão de bando de ladrões e acordou comendo capim seco no pasto do mesmo, a mando de Bolsonaro.

Isso significa que Bolsonaro não tem mais discurso, evaporou. Então, teve que assumir como seu o samba do fascista doido, “eu nasci com o centrão, com o centrão me criei, do danado do centrão nunca me separei”.

Siga-nos no facebook: https://www.facebook.com/Antropofagista-Jornalismo-109522954746371/

Siga-nos no Whatsapp: https://chat.whatsapp.com/H61txRpTVWc7W7yyCu0frt

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica: Agência 0197
Operação: 013
Poupança: 56322-0
Arlinda Celeste Alves da Silveira
CPF: 450.139.937-68

PIX: 45013993768
Agradecemos imensamente a sua contribuição

Carlos Henrique Machado

Compositor, bandolinista e pesquisador da música brasileira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: