1 de outubro de 2021
  • 15:24 Novo escândalo com Michelle mostra que não se é casado com Bolsonaro impunemente
  • 14:10 Em nome dos interesses da burguesia, mídia caminha a passos largos para defender continuidade de Bolsonaro até 2026
  • 11:33 Mensagens de celular de Bolsonaro serão incluídas no relatório da CPI
  • 10:32 Bolsonaro usou criança para fazer apologia à violência e violou o ECA
  • 09:26 PGR diz ao STF que Bolsonaro é o responsável pelas convocações de atos antidemocráticos

O presidente Jair Bolsonaro solicitou ao Exército para que sua filha, Laura, seja matriculada no Colégio Militar de Brasília sem necessidade de passar pelo processo seletivo.

Nesta terça-feira, em conversa com apoiadores, o presidente já tinha afirmado que sua filha estudaria no Colégio Militar. Os colégios militares são reservados para estudantes que passam por um processo seletivo ou para filhos de militares. O presidente Bolsonaro foi capitão do Exército, mas foi transferido para a reserva automaticamente em 1988, ao ser eleito vereador no Rio de Janeiro.

Minha (filha) deve ir ano que vem pra lá (Colégio Militar). A imprensa já está batendo. Ela tem direito por lei, até por questão de segurança — disse o presidente na terça-feira.

Em 2019, a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) já tinha matriculado seu filho em um colégio militar sem necessidade de concurso. Segundo a parlamentar, ele estava sendo ameaçado pela internet e também ingressou na unidade educacional por razões de segurança.

*Com informações de O Globo

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica: Agência 0197
Operação: 013
Poupança: 56322-0
Arlinda Celeste Alves da Silveira
CPF: 450.139.937-68

PIX: 45013993768
Agradecemos imensamente a sua contribuição

Celeste Silveira

Produtora cultural

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: