1 de outubro de 2021
  • 11:33 Mensagens de celular de Bolsonaro serão incluídas no relatório da CPI
  • 10:32 Bolsonaro usou criança para fazer apologia à violência e violou o ECA
  • 09:26 PGR diz ao STF que Bolsonaro é o responsável pelas convocações de atos antidemocráticos
  • 21:35 Vídeo: Senador Contarato detona depoente bolsonarista homofóbico
  • 17:32 Pesquisa Ipespe: Lula está 15 pontos à frente de Bolsonaro e venceria adversários no segundo turno

Bolsonaro, quem diria, com seu badernaço no 7 de setembro, transforma seu principal aliado, o mercado, em inimigo. Ou seja, o cenário fiscal para o mercado é o pior dos mundos, o que, logicamente, coloca os investidores de cabelo em pé aumentando a incerteza de um terreno cada dia mais pantanoso e, por consequência, a taxa futura de juros é pressionada para cima, muito para cima.

Bastou que os apoiadores de Bolsonaro começassem a se concentrar em Brasília para uma espécie de noite tropical dos cristais, para que a baderna desafiadora desse o tom da arena política e, imediatamente, o mercado sentiu o solavanco desse cenário de terra arrasada.

Na visão de cientistas políticos e economistas do mercado os impactos negativos são visíveis para a economia e as incertezas econômicas aumentam e, junto, a cautela dos investidores e a disparada dos juros.

O gado saiu do pasto para arrancar do chão qualquer base política transportando Bolsonaro a um futuro absolutamente inviável.

É isso que o evento patrocinado pelo próprio Palácio do Planalto está oferecendo a um presidente que já soma 64% de rejeição a partir de uma lista de lambanças, crimes e sintomas claros de perda de rumo do principal mandatário do país e, sobretudo, do seu governo.

O Brasil é muito mais complexo do que sugere o manual de Esteve Bannon. O sabotador-chefe das manifestações, que dá o tom de baderna no dia 7 de setembro, fez o risco Brasil disparar aumentando o mal-estar do mercado e das tensões no mundo encantado dos endinheirados rentistas e banqueiros, brasileiros e internacionais.

Isso mostra que Bolsonaro está conseguindo fazer barba, cabelo e bigode contra o próprio pé com sua garrucha de três canos.

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica
Agência 0197
Operação 1288
Poupança: 772850953-6
Arlinda Celeste Alves da Silveira
CPF: 450. 139.937-68
PIX: 45013993768

Agradecemos imensamente a sua contribuição

Carlos Henrique Machado

Compositor, bandolinista e pesquisador da música brasileira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: