8 de agosto de 2022
  • 23:41 Vídeo: #DigitaGenocida
  • 21:44 Vídeo: Bolsonaro é vaiado e expulso de churrascaria em São Paulo
  • 19:13 Cargos secretos: Projeto do governo do RJ tem 1.343 núcleos sem alunos e professores
  • 16:42 Miriam Leitão: Benefício eleitoral vai mudar o voto?
  • 16:05 O Antropofagista precisa do seu apoio. Com um Pix de qualquer valor, você ajuda muito

A CPI ouve nesta terça (28) a advogada Bruna Mendes Morato, responsável por ajudar médicos a elaborar um dossiê sobre Prevent Senior.

O material acusa o plano de saúde de ocultar mortes de pacientes que receberam medicamentos sem eficácia contra a Covid.

Na semana passada, o diretor-executivo da Prevent alegou que o material foi feito com base em dados manipulados de uma planilha interna.

O diretor admitiu, no entanto, que a empresa alterava o prontuário de pacientes para retirar a menção à Covid.

O Ministério Público de SP criou uma força-tarefa para apurar as denúncias contra a Prevent.

Foram coagidos a receitar medicamentos não indicados para a Covid-19 a todos os internados com a doença;

Operadora orienta a prescrição de medicações sem o consentimento dos familiares dos pacientes;

Empresa determina a distribuição a pacientes do “kit Covid”, pacote de remédios que não têm efeitos contra a doença;

Profissionais foram obrigados a trabalhar e atender pacientes mesmo estando infectados com o coronavírus;

Pacientes de Covid passaram por sessões de ozonioterapia, prática vetada pelo Conselho Federal de Medicina.

*Com informações do G1

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica
Agência 0197
Operação 1288
Poupança: 772850953-6
Arlinda Celeste Alves da Silveira
CPF: 450. 139.937-68
PIX: 45013993768

Agradecemos imensamente a sua contribuição

Celeste Silveira

Produtora cultural

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: