22 de maio de 2022
  • 11:59 Após 665 mil mortes, Queiroga dirá na OMS que Brasil acertou na pandemia
  • 10:43 É preciso remover o bolsonarismo no 1º turno, porque ele é o chorume do lixo da Globo
  • 16:23 Não sei se Duvivier foi bem no debate, mas sei que Ciro foi mal
  • 11:15 Sem abrir vagas suficientes, prefeitura deixa 15 mil pessoas no frio das ruas de São Paulo
  • 10:12 Elon Musk: “Vamos dar golpe em quem quisermos! Lide com isso”

“Eles que se preparem, Requião, porque o povo vai voltar a governar este país e a Petrobras vai voltar a ser do povo brasileiro”, disse Lula.

Em ato político em Curitiba nesta sexta-feira (18), o ex-governador e ex-senador Roberto Requião filiou-se ao PT. Ele foi recebido pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pela deputada federal paranaense Gleisi Hoffmann, presidente da legenda. Participaram do evento inúmeras lideranças do partido, deputados federais e estaduais, vereadores e militantes. Requião disputará o governo do Paraná pelo partido. Ele pediu união dos setores progressistas para “escorraçar uma canalha que se instalou no Paraná e no Brasil”.

“Depois de uma reflexão profunda, e a convite do Lula e da Gleisi, eu assino a filiação, mas simbolicamente não assinarei sozinho. Comigo assina o deputado Requião Filho, e velhos companheiros de luta”, disse, em referência a lideranças sindicais. “Fechamos no Paraná o conjunto das federações sindicais em apoio a eleição do Lula”, afirmou Requião.

Ele comparou sua militância no MDB pela derrubada da ditadura com o momento atual, em que a luta é “pela libertação de um governo que aniquila a soberania nacional e suprime o direito dos trabalhadores”. Requião se filiou ao MDB em 1980.

Lula: “Já tive vitórias memoráveis no Paraná”

Logo depois de Requião, falou Lula. “Nunca aceitei a ideia de que o Paraná é um estado conservador, de dizer que é um estado antipetista”, disse. “Eu já tive vitórias memoráveis no Paraná”, acrescentou, citando a vitória do primeiro prefeito esquerdista de Curitiba pós-ditadura, o próprio Requião, eleito em 1985.

Lula criticou o preço da gasolina. “Estamos pagando gasolina em dólar. Sabe pra quê? Pra pagar dividendos a acionistas americanos e alguns brasileiros. Eles que se preparem Requião, porque o povo vai voltar a governar este país e a Petrobras vai voltar a ser do povo brasileiro. Não vai privatizar o Correio, não vamos privatizar o Banco do Brasil”, prometeu.

Mais cedo, Gleisi já havia dado as boas vindas ao novo filiado. “Hoje é dia de receber no PT o amigo de longas jornadas Roberto Requião. Tenho muito orgulho de, junto com Lula, assinar a ficha de filiação desse grande companheiro. Seja bem-vindo, Requião! Você é importante no nosso movimento para derrotar o atraso e reerguer o Brasil!”.

*Com Rede Brasil Atual

Siga-nos no Telegram

Caros Leitores, precisamos de um pouco mais de sua atenção

Nossos apoiadores estão sendo fundamentais para seguirmos nosso trabalho. Leitores, na medida de suas possibilidades, têm contribuído de forma decisiva para isso.

Agradecemos aos que formam essa comunidade e convidamos todos que possam a fortalecer essa corrente progressista. Seu apoio é fundamental nesse momento crítico que o país atravessa para continuarmos nossa labuta diária para trazer informação de qualidade e independência.

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica

Agência: 0197

Operação: 1288

Poupança: 772850953-6

PIX: 45013993768 – CPF

Agradecemos imensamente a sua contribuição

Celeste Silveira

Produtora cultural

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: