9 de agosto de 2022
  • 18:57 Apoie o Antropofagista. Com um Pix de qualquer valor, você ajuda muito
  • 18:05 Janja responde Michelle Bolsonaro após primeira-dama atacar Lula e religiões de matriz africana
  • 17:05 Vídeo: Twitter corta conta de Michelle Bolsonaro por racismo e intolerância com religiões de matriz africana
  • 15:41 Michelle Bolsonaro, a pudica do pau oco
  • 14:20 Dallagnol está inelegível: Em decisão unânime, TCU condena Dallagnol e Janot por farra das diárias na Lava Jato

Adriana Maria Lima de Brito também chamou a família de “demônios” e fez referência à organização racista Ku Klux Klan.

Uma mulher de 54 anos foi presa em Belo Horizonte (MG) por injúria racial, após chamar uma família de pessoas negras de “raça impura” e dizer que eles são “crioulos fedorentos”. Ela atacou mãe, pai e filha que voltavam de uma feira nesse domingo (5).

A violência começou quando o grupo subiu no vagão, segundo o G1. Ela ainda assumiu: “Eu sou racista. Eu sou racista”. Adriana Maria Lima de Brito também chamou a família de “demônios” e fez referência à organização racista Ku Klux Klan, Detida, ela está à disposição da Justiça, segundo a Polícia Civil.

Confira:

Agradecemos aos que formam essa comunidade e convidamos todos que possam a fortalecer essa corrente progressista. Seu apoio é fundamental nesse momento crítico que o país atravessa para continuarmos nossa labuta diária para trazer informação de qualidade e independência.

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica Agência: 0197

Operação: 1288

Poupança: 772850953-6

PIX: 45013993768 – CPF

Agradecemos imensamente a sua contribuição

Celeste Silveira

Produtora cultural

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: