29 de outubro de 2020
  • 20:55 Após cair nas pesquisas, Russomanno tira Bolsonaro de jingle
  • 18:08 Hacker de Moro tem acervo de conversas inéditas da Lava Jato e tenta fechar delação premiada
  • 17:27 Aécio fala em punição a quem não tomar vacina e bolsonaristas espinafram o ex-ídolo nas redes
  • 15:44 Bolsa derrete e dólar dispara. Este é o resultado das políticas adotadas por Guedes e Bolsonaro
  • 14:03 Bob Fernandes: Bolsonaro fez publicidade para Curso com assassino confesso e ataca vacina: Brasil, pária no mundo

Não, não é Abraham Weintraub, ministro de Bolsonaro, mas sim o povo de São Paulo quem dança mesmo na chuva.

Não, não é Abraham Weintraub, ministro da Educação de Jair Bolsonaro (PSL), mas sim o povo de São Paulo quem dança mesmo na chuva.

Mais de 50 mil pessoas, segundo a organização, se reuniram desde às 14h, deste domingo (2), na Praça da República, pela liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Artistas como Chico César, Zeca Baleiro, Odair José, BaianaSystem, Emicida, Rael, Criolo, Nação Zumbi, Tulipa, Fernanda Takai e muitos outros se revezaram no palco do Festival Lula Livre.

O evento foi organizado a partir de um Manifesto de Artistas e Intelectuais, pelo Comitê Lula Livre e as duas frentes de articulação do movimento social – Brasil Popular e Povo Sem Medo.

Assista ao vivo

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES

1 COMMENTS

  1. J. Cícero Costa Posted on 3 de junho de 2019 at 08:12

    O mundo inteiro sabe que Lula é um preso político, condenado sem provas, levado ao cativeiro e ali mantido para que não concorresse ao pleito presidencial e,mais uma vez, fosse eleito presidente do Brasil.

    TODAVIA…

    Lula está preso, mas o lulismo não !

    Porque o “lulismo” não é uma pessoa que se pode prender, mas uma ideologia política, um modelo político e econômico de gestão pública que contempla todas as classes, todas as raças, todos os credos; um sistema de governo que não segrega, que não oprime, que não abandona o seu povo, sobretudo as classes menos favorecidas.

    O Lulismo é sobretudo uma força, um desejo, um ideal, uma paixão que povoa as mentes e habita os corações de milhões de brasileiros em todo o país.

    Luiz Inácio Lula da Silva é a semente que fez brotar esse ideal, o qual criou raízes e que agora é uma árvore frondosa, com milhões de ramos, flores e frutos chamada – “lulismo” -, que os jornalões diziam que estava morto, mas que está mais vivo do que nunca e cada vez mais forte porque ideias e sonhos não se podem aprisionar, como disse o próprio Lula pouco antes de sua injusta prisão:

    “Eu não tenho medo do que está por vir.”

    “Não adianta acharem que vão fazer com que eu pare, eu não pararei porque não sou mais um ser humano, eu sou uma ideia.”

    “Não adianta tentar acabar com as minhas ideias, porque elas já estão pairando no ar e não tem como prendê-las.”

    “Os que nos perseguem jamais poderão aprisionar nossos sonhos.”

    O ideal lulista é o sonho de liberdade, igualdade e justiça para todos independente de raça, cor, sexo ou condição social.

    Reply
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: