25 de outubro de 2020
  • 12:04 Secom veiculou até onze vezes mais anúncios em canais investigados por fake news
  • 10:42 Impasse sobre CoronaVac pode atrasar vacinação no Brasil
  • 19:12 Carlos Fernando Boquinha, uma ave de rapina tucana com asas de ganso
  • 17:44 General Heleno mentiu: GSI não tomou conhecimento de denúncia do caso Flávio/Queiroz de ‘maneira informal’
  • 16:25 Boulos visita caixa de supermercado humilhada por Russomanno

Um personagem tóxico, assim Bolsonaro é reconhecido por líderes internacionais. Não bastasse não se reunir com nenhum líder importante, Bolsonaro faz uma live vexaminosa onde, além de tratar da questão dos 39 quilos de cocaína no avião presidencial, falou também na possibilidade de que o Brasil passe a exportar bijuterias de nióbio. Foi vergonhoso.

O Brasil, hoje, é motivo de piada, de deboche no mundo inteiro. Que presidente é esse? Não tem o menor traquejo, moral, porte de um estadista, ainda reduz o Brasil literalmente a pó de miséria.

Segundo o jornalista Fábio Pannunizio, âncora da Band, Bolsonaro conseguiu transformar o Brasil nas Filipinas das Américas, numa alusão ao presidente Rodrigo Duterte, motivo de vergonha internacional. Detalhe: no governo Lula, o ex-presidente foi chamado de “o cara” por Barack Obama.

Como disse Paulo Pimenta:

“A equipe falou e eu não acreditei, mas é verdade e está aqui: Bolsonaro foi ao encontro do #G20 e cita bijuterias de nióbio como exemplo de produtor para o Brasil investir e exportar”.

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: