5 de dezembro de 2020
  • 21:44 Valor Econômico: PIB per capita deve levar dez anos para voltar ao nível do governo Dilma em 2013
  • 19:50 Youtuber bolsonarista revela acesso a bastidores no Planalto
  • 17:33 Ex-presidente do STF se diz perplexo com manobra da Corte a favor de Maia e Alcolumbre
  • 14:50 Vídeo: Precisamos falar do gabinete do ódio de Ciro Gomes
  • 14:15 Bonner e Renata Vasconcellos são intimados a depor pela polícia do Rio

Bolsonaro se transformou numa chacota nos Estados Unidos, arrancando gargalhadas de sua representação feita pelo humorista Trevor Noah em seu The Daily Show, por enaltecer a ação de seu governo em destruir a Amazônia para se transformar em algo lucrativo.

A reação do comediante sobre a Amazônia, mas também sobre o ataque de Bolsonaro a Macron e à sua esposa, foi de perplexidade com a estupidez reacionária de Bolsonaro e explica que ele não tem qualquer compromisso com a preservação da Amazônia e, muito menos, com modos civilizados quando se manifestou sobre a esposa de Macron.

“Isso é insano. Concorrer à Presidência prometendo destruir a Floresta Amazônica não parece algo da vida real. Soa como algo que o Coringa diria. E mesmo que ele assumisse o cargo, ele falaria algo como: ‘Ei, quer queimar a Amazônia? Como assim, isso foi algo que eu disse? Era uma piada. Eu sou o Coringa. Mas não é engraçado quando a gente precisa explicar a piada’”, disse Noah.

E segue, “Mas sim. O presidente brasileiro está mais interessado no potencial comercial da floresta do que em proteger a vida. Isso pode explicar porque ele está tão resistente em aceitar ajuda do resto do mundo. Não é porque você quer explorar a Amazônia que significa que todo mundo quer”

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: