2 de dezembro de 2020
  • 21:14 Brasil tem explosão de casos de contaminação por Covid-19; mais de 50 mil em 24 horas
  • 18:00 Governo Bolsonaro gastou 85% do dinheiro direcionado para o combate à pandemia
  • 17:05 Carol Proner: Sergio Moro é sinônimo de traição nacional
  • 15:24 Está na hora de perguntar quem ganhou e quem perdeu com a organização criminosa Lava Jato
  • 11:55 Vídeo: Moro, depois de destruir o Brasil, vai gozar a vida em Washington

A campanha puxada pela Deputada do PSL, Carla Zambelli, comove à distância.

Com medo do discurso da lombriga falando em cocô na ONU, a deputada faz uma cena patética em vídeo, de mãos postas, suplicando para que Bolsonaro não vá à ONU, com a desculpa esfarrapada de que ele deve ficar no Brasil para se tratar.

Imediatamente, o gado, que também farejou o desastre anunciado, abraça a campanha do “fica Bolsonaro”, agarrando-se a um fio de cabelo tal o desespero de ver o presidente incumbido de abrir a Assembleia da ONU e produzir não só o gigantesco vexame internacional, mas crises diplomáticas a granel.

Somado a isso, corre à boca miúda que Bolsonaro não terá como fugir de um significativo número de manifestantes internacionais, incluindo muitos chefes de estado que pretendem espinafrar o monstro incendiário que tocou fogo na Amazônia.

Os mais fanáticos bolsonaristas chegam a dizer para Bolsonaro não ir à ONU porque ela é comunista, globalista e terrarredondista. Ou seja, é o circo dos horrores.

Na realidade, a manada sabe que as consequências de um discurso de Bolsonaro na ONU serão trágicas e, a fim de evitar novas decepções, produzem nas redes sociais as maiores pérolas para justificar o temor de ver Bolsonaro no púlpito da ONU.

O fato é que essa legião de seres esquisitos está se sentindo nua e parece que há um acordo tácito entre eles porque já se fala na possibilidade de Bolsonaro, mais uma vez, meter um atestado e correr da raia.

 

*Por Carlos Henrique Machado Freitas

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: