24 de setembro de 2020
  • 22:58 O ressentimento dos racistas com ascensão dos negros, ficou escancarado na reação ao Magalu
  • 20:36 Lula discursará na ONU e FHC no Roda Viva. Cada qual no seu quadrado
  • 18:52 Ministério Público Federal pede a cabeça de Salles e quer urgência da justiça
  • 18:09 Desmatamento: Bolsonaro usa dados positivos dos governos Lula e Dilma para se defender de críticas da França
  • 16:33 Vexame do Brasil na ONU expõe judiciário ao mundo por tirar Lula da eleição para Bolsonaro ser o presidente

Dezenas de funcionários do Ministério da Saúde decidiram demonstrar apoio a Mandetta nesta segunda-feira (6).

Cotado para assumir o posto de Mandetta, o ex-ministro da Cidadania Osmar Terra defende abertamente o isolamento restrito a grupos de risco, o que contraria a atual orientação do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS). Ele faz eco, contudo, ao posicionamento do próprio presidente, Jair Bolsonaro (sem partido), que se desentendeu com Mandetta justamente por causa da política de contenção à Covid-19.

“O sentimento é de quebra de um trabalho que estava sendo muito bem-feito. Não dá para acreditar que, justo neste momento decisivo de ações, haverá uma troca de líder”, disse um técnico que aguardava um notícia em frente ao ministério e que não quis se identificar.

Os profissionais se reuniram em frente à portaria da sede da pasta em Brasília para aplaudi-lo, independente da palavra final de Bolsonaro, e colocaram nas janelas folhas com mensagens como “fica, Mandetta”.

O fato é que Bolsonaro não governa mais.

Não tem respeito da tropa e nem lastro político no congresso para seguir governando o país.

Os Bolsominions piram quando leem essas noticias, mas nada podem fazer além de frases prontas e puídas que não contam mais nada.

Bolsonaro está na cova que cavou junto com os próprios filhos.

 

*Da redação

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: