5 de julho de 2020
  • 23:21 Como a Lava Jato escondeu do governo federal visita do FBI e procuradores americanos
  • 19:55 #EraMelhorComPT chega aos trending topics do Twitter
  • 15:59 Lava Jato de SP usa Serra como boi de piranha no embate com procurador-geral
  • 14:27 Covid-19: Dados do SUS revelam vítima-padrão de Bolsonaro, homem, pobre e negro
  • 12:18 Verba de combate à Covid-19 vira moeda de troca de apoio ao governo no Congresso

Aonde Bolsonaro foi amarrar a égua das Forças Armadas?

É a desmoralização total da instituição.

Roberto Jefferson, que dispensa apresentações, em plena entrevista com Leda Nagle, se autodeclarando porta-voz das polícias civil e militar e corpo de bombeiros, já é um insulto, mas vê-lo dizendo que “nosso grupo”, referindo-se sobretudo às Forças Armadas, é a avacalhação total com a instituição.

Poderia falar, eu, Augusto Nunes, Datena, Valdemar da Costa Neto, a própria Leda Nagle, porque fazem parte da turma do balcão de negócios, vá lá.

Mas o que ele fez com os militares bancando o general cinco estrelas em defesa e em nome de Bolsonaro foi uma depravação.

 

*Da redação

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES

3 COMMENTS

  1. Hedy Guerrieri Posted on 30 de abril de 2020 at 08:17

    “não há o que não haja”!!!

    Reply
  2. Afonso Schroeder Posted on 30 de abril de 2020 at 08:43

    Na década de 40 e 50 “Hitler” tinha muitos adeptos “ricos” os pobres batim continências lamentável, vemos isto se reproduzindo no século XXI no Brasil com este ditador, genocida “Bozó” brasileiros ate quando vamos ter a omissão do Congresso nacional dando um basta?

    Reply
  3. Ivson Melo Posted on 30 de abril de 2020 at 09:16

    ESTE CRÁPULA DEVERIA SER PRESO IMEDIATAMENTE APÓS ESTA ENTREVISTA PORQUE ISTO É UM ATO DE TERRORISMO, INCITAÇÃO À VIOLÊNCIA ! SAI FORA, BANDIDO ! TEU PASSADO IMUNDO FALAM POR TI !

    Reply
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: