27 de fevereiro de 2021
  • 13:48 Bolsonaro tem que ser interditado imediatamente, do contrário, em um mês o Brasil passará de 300 mil mortes
  • 12:08 Militares do Exército são flagrados em vídeo ao desviar toneladas de alimentos no Pará
  • 11:19 Lira chama governadores para diálogo sobre pandemia após ataques de Bolsonaro a medidas restritivas
  • 10:43 De símbolo do combate à corrupção, Moro se encontra com o próprio inferno
  • 21:32 Já ministro, Moro consultou Lava Jato sobre acordos internacionais

Bebês correm risco de ficar sem oxigênio. A logística para viabilizar essas transferências, no entanto, ainda não foi definida.

O Amazonas pediu nesta sexta-feira, 15, que outros estados disponibilizem leitos de internação neonatal para transferir pelo menos 60 bebês prematuros hospitalizados em Manaus, que correm risco de ficar sem oxigênio.

A informação foi confirmada pelo presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e secretário de saúde do Maranhão, Carlos Lula, à CNN Brasil. Ele também afirmou que o Maranhão só conseguirá receber de cinco a dez bebês.

A logística para viabilizar essas transferências, no entanto, ainda não foi definida. Outros estados ainda verificam quantos prematuros conseguirão receber.

*Com informações do GGN

Siga-nos no Whatsapp: https://chat.whatsapp.com/H61txRpTVWc7W7yyCu0frt

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica: Agência 0197
Operação: 013
Poupança: 56322-0
Arlinda Celeste Alves da Silveira
CPF: 450.139.937-68

PIX: 45013993768
Agradecemos imensamente a sua contribuição

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: