8 de janeiro de 2022
  • 16:51 Quando as diferenças aparecem
  • 14:50 Vídeo: Paredão de cânion em Capitólio (MG) desmorona sobre lanchas; 1 morte confirmada e 15 feridos com gravidade
  • 12:56 Sindicalista: “Governo só beneficia servidores pró-Bolsonaro”
  • 11:58 Cientistas projetam que Brasil pode ter 1 milhão de casos diários de Covid em duas semanas
  • 09:37 Decisão do presidente do STJ em favor da ex-mulher de Wassef causa revolta em ministros

Segundo sindicato, mobilização da categoria será por tempo indeterminado e não atingirá atividades que comprometem o cidadão.

Nesta segunda-feira (27/12), auditores fiscais federais agropecuários anunciaram uma paralisação nas atividades por tempo indeterminado após cortes no orçamento da Receita Federal. O movimento, no entanto, não atingirá pontos que podem afetar diretamente o cidadão, como a liberação de cargas vivas, a fiscalização de bagagens de passageiros e de animais de companhia, informa Guilherme Amado, do Metrópoles.

De acordo com o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários (Anffa Sindical), a operação também não atingirá cargas vivas, produtos perecíveis e o diagnóstico de doenças e pragas, para não comprometer programas de erradicação e controle de doenças importantes para o Brasil.

A paralisação foi apoiada por 97% dos auditores votantes, segundo o sindicato, e já havia sido cogitada na semana passada. Além do corte orçamentário enfrentado pelo órgão, auditores protestam contra a não regulamentação do bônus de eficiência da categoria.

“Importante destacar que o trabalho dos affas teve um impacto positivo na manutenção de 183 mil postos de trabalho no agronegócio e de R$ 87,5 bilhões no resultado da economia brasileira em 2020”, ressalta Janus Pablo, presidente do Anffa.

Segundo o sindicato, há um déficit de 1.620 affas, com excesso de horas-extras e banco de horas, que, na maioria dos casos, não podem ser convertidos em folgas, pela carência de servidores. A entidade ainda reforçou que há um “tratamento desigual, que pode comprometer o desempenho de um dos setores que mais contribuiu para alavancar a economia do país”.

“Com a exclusão da nossa carreira do Orçamento de 2022 o governo federal emitiu um recado claro de que não valoriza o trabalho dos affas, e indiretamente, nem os resultados positivos alcançados pela cadeia produtiva do setor agropecuário”, avalia Pablo.

Caros Leitores, precisamos de um pouco mais de sua atenção

Nossos apoiadores estão sendo fundamentais para seguirmos nosso trabalho. Leitores, na medida de suas possibilidades, têm contribuído de forma decisiva para isso. Agradecemos aos que formam essa comunidade e convidamos todos que possam a fortalecer essa corrente progressista. Seu apoio é fundamental nesse momento crítico que o país atravessa para continuarmos nossa labuta diária para trazer informação de qualidade e independência.

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica

Agência: 0197
Operação: 1288
Poupança: 772850953-6

PIX: 45013993768

Agradecemos imensamente a sua contribuição

Celeste Silveira

Produtora cultural

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: