25 de junho de 2022
  • 21:18 Vídeo: Ataque de fazendeiros a indígenas em Mato Grosso do Sul deixa feridos e desaparecidos
  • 18:48 Família Dallagnol é cobrada pelo Incra em R$ 147 milhões por sobrepreço em desapropriação de terras
  • 17:37 Milton Ribeiro, em ligação com a filha, diz que Bolsonaro ligou alertando sobre busca e apreensão
  • 15:17 Estuprada por Bolsonaro, a arte brasileira toca por Lula
  • 14:29 Faixa de caminhão na estrada de SP, “Bolsonaro te enganou”

Somente em 2021, Bolsonaro destinou cerca de R$ 7,4 bilhões do Fundo Nacional de Saúde (FNS) para abastecer, via emendas do relator, redutos eleitorais de caciques do Centrão, segundo Forum.

O uso de verbas do Fundo Nacional de Saúde (FNS) para abastecer o chamado Orçamento Secreto, destinado a políticos da base, é mais uma forma de Jair Bolsonaro (PL) cooptar deputados e senadores por meio de uma extensão das “rachadinhas”, esquema de corrupção operado pelo clã presidencial nos gabinetes da família.

Bolsonaro institucionalizou e deu escala para a rachadinha política com seus parlamentares usando verba do SUS”, afirmou à Fórum o deputado e ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha (PT-SP). “É Viagra para os militares e viagra político para a Bancada que barrou o impeachment”, emendou o petista.

Segundo o jornal O Globo, o Bolsolão do SUS – como está sendo classificado nas redes – usou cerca de R$ 7,4 bilhões do FNS abastecer, via emendas de relator, redutos eleitorais de caciques do Centrão.

Entre 2019 e 2021, o valor do fundo do Sistema Único de Saúde (SUS) cresceu 112%, sendo que metade foi destinado ao orçamento secreto.

Reduto do líder do PL na Câmara, Altineu Côrtes, São Gonçalo, com 1,2 milhão de habitantes na região metropolitana do Rio, recebeu R$ 133 milhões em emendas parlamentares, dos quais R$ 111 milhões via orçamento secreto, enquanto a capital, com 6,7 milhões de habitantes, recebeu R$ 14 milhões.

Itaboraí, vizinha de São Gonçalo, ficou com R$ 39 milhões, dos quais R$ 18 milhões via orçamento secreto, enquanto Niterói, que tem mais que o dobro da população, mas é governada pelo PDT, partido que faz oposição ao governo Bolsonaro, recebeu R$ 10 milhões, dos quais R$ 3 milhões por meio de orçamento secreto.

 

Caros Leitores, precisamos de um pouco mais de sua atenção

Nossos apoiadores estão sendo fundamentais para seguirmos nosso trabalho. Leitores, na medida de suas possibilidades, têm contribuído de forma decisiva para isso. Agradecemos aos que formam essa comunidade e convidamos todos que possam a fortalecer essa corrente progressista. Seu apoio é fundamental nesse momento crítico que o país atravessa para continuarmos nossa labuta diária para trazer informação de qualidade e independência.

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica

Agência: 0197
Operação: 1288
Poupança: 772850953-6

PIX: 45013993768

Agradecemos imensamente a sua contribuição

 

Celeste Silveira

Produtora cultural

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: