13 de julho de 2020
  • 09:25 O genocida Bolsonaro aproveita a pandemia e o extermínio de 71 mil brasileiros para entregar o pré-sal
  • 14:52 Pane na latrina: Ana Paula do Vôlei e JR Guzzo se fazem de mortos com a libertação do casal Queiroz
  • 19:12 O Globo quer “perdoar o PT” por ter cometido o crime de tirar 40 milhões da miséria
  • 16:23 O pedido de perdão ao PT pelo Globo é mais um sinal de que a direita faliu e pede socorro
  • 13:58 Procuradores da Lava Jato têm medo porque sabem o que fizeram no sábado à noite, diz Gilmar Mendes

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, comparou o presidente Jair Bolsonaro a Nero, o imperador que ateou fogo em Roma. “Bolsonaro é como o imperador romano Nero: incendeia todo o país. Não quer construir, apenas destruir”, disse Lula em entrevista em Curitiba à revista alemã Der Spiegel. Para Lula, feito prisioneiro político em 7 de abril de 2018, Bolsonaro é um “perigo” para o país.

Lua afirmou ao jornalista Von Jens Glüsingque é alvo de um “processo político” e que a Justiça ainda não conseguiu provar sua culpa. “Queriam impedir minha candidatura”, afirmou. A entrevista foi publicada na edição online da Der Spiegell desta sexta-feira (24).

O imperador romano Nero Cláudio César Augusto Germânico, que governou entre os anos de 54 a 68 da era cristã, ficou conhecido por causa do incêndio que devastou Roma no ano de 64, apesar de não haverem evidências de que ele tenha sido o responsável pelo fato.

Desde que o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou que Lula tem o direito a conceder entrevistas, ele já concedeu quatro entrevistas à veículos de imprensa. Para a Der Spiegel, Lula reafirmou que é alvo de um “processo político” que visava impedir sua candidatura à Presidência da República na última eleição.

 

 

 

 

 

*Com informações do 247

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: