5 de julho de 2020
  • 14:08 Vídeo: Padre, em sermão, diz que quem votou em Bolsonaro tem que se confessar por eleger bandido
  • 12:23 Wassef, advogado de Bolsonaro, desesperado, promete ‘explodir todo mundo ao vivo em rede nacional’
  • 10:59 FHC manda Bolsonaro se calar e Bolsonaro, servil a FHC, vai se calar
  • 10:08 Os jornalistas da grande mídia estão para o PSDB como os bolsonaristas estão para Bolsonaro
  • 23:21 Como a Lava Jato escondeu do governo federal visita do FBI e procuradores americanos

Com a mesma estratégia das ONGs e organizações civis pelos direitos humanos nos EUA, ONGs e organismos europeus reagem muito mal à participação do governo Bolsonaro em um evento sediado pelo Ministério da Economia francês destinado a entidades patronais. Com o objetivo de promover negócios entre empresas dos países participantes, o Brasil é mal visto devido o governo Bolsonaro desistir do combate ao desmatamento e eliminar políticas para o meio ambiente, principalmente, para a Amazônia.

Entre os principais convidados, o general Santos Cruz, ministro-Chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, poderá presenciar manifestações de entidades francesas, brasileiras, belgas e suíças. As entidades pedem que Emmanuel Macron não estenda o tapete vermelho à extrema direita brasileira.

A iniciativa está sendo liderada por entidades como Act Up-Paris, Amazon Watch, ATTAC, Centre de recherche et d’information pour le développement (CRID), Emmaüs International, France Libertés – Fondation Danielle Mitterrand, Planète Amazone e outras.

Além de um protesto formal, o grupo lançou esta quarta-feira um abaixo-assinado e publicou uma tribuna no jornal Libération, um dos principais meios em Paris.

 

 

 

 

 

*Com informações do A Postagem

 

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES

2 COMMENTS

  1. J. Cícero Costa Posted on 30 de maio de 2019 at 02:12

    Quanta diferença foi o tratamento recebido por Lula em outras nações durante suas viagens pelo mundo !!!

    NA NORUEGA, Lula foi recebido com festa pelo rei Harald V e a rainha Sonja no Palácio Real da Noruega, onde uma multidão de brasileiros e noruegueses se aglomerou para vê-lo, aos gritos de “olé, olé, olá. lulá, lulá”. Ao lado de dona Marisa, da rainha Sonja e do do rei Harald V, Lula cumprimentou os brasileiros, posou para fotos, deu autógrafos e foi ovacionado pela multidão que ali se encontrava.

    NA RÚSSIA , Lula foi recebido com honras militares pelo presidente Vladimir Putin. Na ocasião, Lula e dona Marisa passearam na Praça Vermelha ao lado do presidente Putin e parlamentares russos, seguidos por uma multidão de fotógrafos e jornalistas do mundo inteiro. Durante sua permanência em território russo, Lula e sua comitiva ficaram hospedados na residência oficial do Kremlin, sede do governo russo, a “casa” do presidente da Rússia.

    NA SUÉCIA, Lula foi recebido pelo Rei Carlos XVI e levado ao Palácio Real numa carruagem sentado ao lado do rei, enquanto outra carruagem conduzia dona Marisa e a rainha Sílvia. No trajeto, Lula e dona Letícia foram muito aplaudidos por populares. E assim se deu mundo afora: Estados Unidos, Itália, Alemanha, Dinamarca, Espanha, Israel, etc. Por onde passou, Lula foi bem recebido, homenageado pelos seus anfitriões e ovacionado por multidões.

    Já o fascista Bolsonaro, jamais terá o reconhecimento, a credibilidade , a força política e a admiração que o mundo teve por Lula no contexto da relações internacionais. Por onde passa, Bolsonaro envergonha a nação brasileira, sendo preterido por povos e líderes do mundo inteiro. Sua servidão aos Estados Unidos e sua estupidez no trato com as palavras desdouram e maculam a imagem da nação brasileira no plano internacional.

    Com Lula, o Brasil se tornou a 5ª Economia do mundo, sendo um dos países mais respeitados. .
    Com o fascista Bolsonaro, o Brasil corre o risco de se tornar um Estado pária !!

    Mas como em política nada é permanente, mais cedo ou mais tarde esse pesadelo fascista acabará. Até lá, oremos !!

    Reply
  2. vera maria mainieri Posted on 1 de junho de 2019 at 01:07

    Oremos?! Isso eu já faço muito antes das eleições.
    aliás, desde que foi dada como certa a participação “daquele lá” nas eleições para a presidência desta pobre “pátria amada Brasil”.
    ,

    Reply
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: