6 de março de 2021
  • 21:21 BNDES fez empréstimos de R$ 283 milhões para fabricantes de cloroquina em 2020
  • 19:48 Chico Buarque, Boff, Lancellotti e outros denunciam Bolsonaro ao mundo: “monstruoso governo genocida”
  • 17:46 Agora é oficial, Bolsonaro é a maior ameaça para o planeta
  • 14:37 Marcelo Auler: Lava Jato/PR no Telegram: “Que p… é essa?”
  • 13:51 “Como o PT destruiu a vida de vocês?”: internautas ironizam narrativa que demoniza o partido

O chefe da Secom, o publicitário e empresário Fabio Wajngarten, que gerencia as verbas de comunicação e publicidade do governo Bolsonaro, recomenda que anunciantes privados revejam investimentos em veículos de comunicação e sugeriu o boicote à Globo.

Pelo Twitter, Fabio Wajngarten respondeu a provocação do jornalista Gilberto Amado, da revista Época, veículo do grupo Globo. “Para alguns poucos orar pela recuperação de uma Filha, ainda que na esfera espiritual, vira notícia. Se isso estiver dentro dos princípios editoriais do Grupo do Jornalista, eu recomendo que anunciantes revejam investimentos no referido Grupo de Comunicação”.

Wajngarten é um empresário e publicitário considerado como muito próximo do presidente Jair Bolsonaro.

 

 

 

 

 

*Com informações do 247

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: