17 de maio de 2021
  • 19:46 Casa Branca teria aprovado venda de armas de US$ 735 milhões a Israel em meio a tensões com Hamas
  • 16:22 China anuncia apoio à quebra de patentes das vacinas contra Covid e Lula diz, “gesto histórico”
  • 14:48 CPI vai pressionar Pazuello sobre terceiros, e Planalto teme depoimento de Ernesto
  • 13:18 CPI deve quebrar sigilos de Carlos Bolsonaro
  • 11:37 Bolsonaristas perdem força em debate sobre CPI da Covid no Twitter

O General Augusto Heleno afirmou que o GSI “não tem qualquer responsabilidade” na revista de bagagens e passageiros transportados em aviões da FAB.

Então vem a pergunta: quem tem?

O Brasil de Bolsonaro se transformou numa chacota mundial.

Para que serve o oneroso GSI, órgão que “cuida” da segurança da Presidência da República, se não procura se cercar de toda cautela na composição da equipe que viaja na comitiva presidencial?

Quando Lula e Dilma estavam na presidência, os passageiros eram controlados antes do embarque.

Agora, um traficante militar embarcou, certo da impunidade, não foi registrado no embarque no Brasil, mas foi pego pela polícia espanhola.

O General Augusto Heleno, que vive dando trimiliques e socos na mesa, acha então que o avião ou o militar da comitiva era clandestino?

Tudo culpa do maldito hacker, General?

Como foi com Cunha que só foi pego pelo Ministério Público Federal da Suíça, se não fosse a Polícia Federal espanhola o traficante presidencial não seria pego.

 

*Por Carlos Henrique Machado Freitas

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES

1 COMMENTS

  1. Francisco Alves Posted on 30 de junho de 2019 at 21:30

    jA SE FOSSE UMA C4 NA BAGEM DA FAB?

    Reply
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: