15 de junho de 2021
  • 22:12 Número de cidades que confirmam manifestações no 19J salta de 74 para 180 em um dia; veja a lista
  • 20:18 A certeza da impunidade de Bolsonaro e de seus filhos escancara a fragilidade das instituições brasileiras
  • 18:48 TCU cria comissão “linha duríssima” para investigar auditor responsável por relatório que questiona mortes por Covid
  • 17:40 Contra a privatização, funcionários da Eletrobras anunciam greve de 72 horas
  • 16:24 Haia, vai decidir se investiga Bolsonaro por crimes contra índios

A situação na Bolívia se aflora, resultado de uma integração do povo contra o golpe em Evo Morales, mostrando que a repressão militar e da milícia golpista não freará as manifestações das cidades que se organizam em quantidade cada vez maior de bolivianos repudiando o golpe.

Certamente, as camadas mais pobres da população são as que mais reagiram, porque sentiram em suas vidas os benefícios das políticas sociais do governo de Evo Morales. Mas a manifestação como um todo integra uma realidade muito mais ampla com a participação de outras camadas sociais que também não aceitam o golpe promovido por um leque de interesses escusos, incluindo o apoio do Palácio do Planalto e pastores evangélicos brasileiros. Isso, sem falar dos interesses dos Estados Unidos, Israel e da elite boliviana.

Tudo indica que o golpe será derrotado pelo povo nas ruas, como pode ser visto nos vídeos abaixo, na expressão, no volume, na resiliência e na garra impressionante do povo boliviano:

https://twitter.com/rubalef/status/1194679915368603650?s=20

 

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES

2 COMMENTS

  1. Geraldo Moura Posted on 13 de novembro de 2019 at 18:38

    Essa matéria tá nota mil pessoal. Parabéns a todos e todas que fazem o ANTROPOFAGISTA.

    Reply
    1. Celeste Silveira Posted on 13 de novembro de 2019 at 20:18

      Muito obrigada, Geraldo. Grande abraço.

      Reply
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: