22 de setembro de 2020
  • 23:11 Bolsonaro, que teve quase 70% dos votos em S. Paulo, hoje tem 27% de aprovação
  • 22:00 Vídeo: Flávio Bolsonaro foge de acareação com Paulo Marinho e dança em programa de Sikêra Jr
  • 19:44 TRE decide: Crivella está inelegível
  • 18:57 Lava-Jato descumpre decisão do STF e não entrega a Lula documentos de leniência da Odebrecht
  • 18:10 Bolsonaro exalta o caos para tentar esconder seu fracasso

“Você vai ficar feliz que Trump mandou assassiná-lo. Você vai obedecer”, escreveu o documentarista.

O documentarista Michael Moore se manifestou nesta sexta-feira (3) sobre a questão de uma possível guerra global após o ataque dos Estados Unidos que matou um comandante militar do Irã.

“Olá amigos Americanos. Vocês conhecem este homem? Vocês sabiam que ele era seu inimigo? O que? Nunca ouviu falar dele? Até o final do dia de hoje você será treinado a odiá-lo. Você vai ficar feliz que Trump mandou assassiná-lo. Você vai obedecer. Se preparem para mandar seus filhos e filhas para a guerra”, escreveu pelo Twitter.

“Guerra é bom. Guerra é uma distração necessária. Guerra é paz. Trump é nosso comandante! Shhh… Durma… Não houve conluio… Foi a decisão perfeita… Acabo de atirar em um homem na 5a Avenida apenas porque posso… Desculpe, mas por causa desta emergência nós tivemos que adiar as eleições…”, completou.

O tom debochado não compromete a seriedade da mensagem. Michael é conhecido por se posicionar em questões políticas e seus documentários abordam temas indigestos aos norte-americanos como o massacre de Columbine.

 

 

*Com informações da Forum

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: