26 de setembro de 2020
  • 16:55 Vacina da Johnson & Johnson produziu anticorpos em 98% dos participantes
  • 16:21 China detecta coronavírus e suspende compra de peixes de companhia brasileira por uma semana
  • 12:04 Dona de casa vai à justiça para receber auxílio emergencial de US$ 1 mil, citado na ONU por Bolsonaro
  • 10:28 A impressionante folha corrida do Véio da Havan
  • 09:29 Vídeo: Secom de Bolsonaro faz com Cesar Tralli o que Tralli fez com Lula em 2006

Juan Guaidó foi substituído do cargo de presidente da Assembleia Nacional por um grupo político rival. Neste domingo (5), foi realizada votação para determinar a nova presidência da Casa.

O cargo agora será ocupado pelo deputado Luis Parra. Membros da ala chavista “Bloque de la Patria”, e alguns setores da oposição, romperam com Guaidó e votaram em Parra para presidente da Assembleia Nacional, Franklin Duarte como primeiro vice-presidente e José Gregorio Noriega como segundo vice-presidente.

A eleição foi criticada por alguns deputados, que dizem que a decisão foi tomada sem o quórum necessário já que a Assembleia Nacional estava cercada por militares da Guarda Nacional Bolivariana.

Francisco Torrealba, membro do Partido Socialista Unido, afirma que Guaidó não pretendia abrir a sessão plenária para evitar uma derrota no pleito e que foi utilizado um trecho do regimento que permite a sessão ser aberta pelo deputado mais velho.

Tanto Brasil como Estados Unidos afirmaram que não reconhecem a decisão.

Guaidó se autoproclamou presidente interino da Venezuela em 23 de janeiro e procura destituir do cargo o presidente Nicolás Maduro.

https://twitter.com/descifraguerra/status/1213882309310664710?s=20

 

 

*Com informações do Sputinik

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: