24 de setembro de 2020
  • 22:58 O ressentimento dos racistas com ascensão dos negros, ficou escancarado na reação ao Magalu
  • 20:36 Lula discursará na ONU e FHC no Roda Viva. Cada qual no seu quadrado
  • 18:52 Ministério Público Federal pede a cabeça de Salles e quer urgência da justiça
  • 18:09 Desmatamento: Bolsonaro usa dados positivos dos governos Lula e Dilma para se defender de críticas da França
  • 16:33 Vexame do Brasil na ONU expõe judiciário ao mundo por tirar Lula da eleição para Bolsonaro ser o presidente

Então, quer dizer que a poderosa república de Curitiba é, na verdade, a república dos capangas?

A Lava Jato é mesmo uma festa dos maiores vigaristas do MPF e do judiciário.

Não demora, saberemos quem dos três porquinhos do TRF-4 é capanga do tráfico para, assim, formar a tríade da vigarice nacional.

E pensar que esses caras prenderam Lula para tirá-lo da eleição depois de trabalharem para derrubar Dilma e jogar o país nesse atoleiro que estamos vendo.

Januário Paludo, o pai Januário da força-tarefa da Lava Jato, denunciada pelo Intercept, testemunhou em defesa de Dario Messer, o doleiro dos doleiros.

Então, era uma proteção vip que o capanga Paludo oferecia ao chefe. A proteção era completa, além de não acusar, Paludo defendia o doleiro dos doleiros.

E tem mais

O Procurador Paludo, da Lava Jato, é membro da Corregedoria do Ministério Público Federal.

Paludo foi investigado pela Corregedoria do Ministério Público Federal.

Paludo foi absolvido pela Corregedoria do Ministério Público Federal.

Ou seja, o procurador foi absolvido por ele mesmo.

Isso é a cara da Lava Jato que condenou e prendeu Lula, tirando-o da eleição de 2018.

 

*Carlos Henrique Machado Freitas

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES

1 COMMENTS

  1. Pingback: República dos capangas: se Moro é capanga de miliciano, Paludo é capanga de doleiro  – Brasdangola Blogue
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: