26 de setembro de 2020
  • 19:22 Heleno é o informante dos militares sobre os acontecimentos do governo e do clã Bolsonaro
  • 16:55 Vacina da Johnson & Johnson produziu anticorpos em 98% dos participantes
  • 16:21 China detecta coronavírus e suspende compra de peixes de companhia brasileira por uma semana
  • 12:04 Dona de casa vai à justiça para receber auxílio emergencial de US$ 1 mil, citado na ONU por Bolsonaro
  • 10:28 A impressionante folha corrida do Véio da Havan

Não se pede impeachment para bandido e sim prisão. Se ele tiver três filhos bandidos, então, que os os quatro sejam presos.

Se um presidente da República se revela um gangster, um contraventor, então, ele não é um presidente, ele é um contraventor. O mesmo pode se dizer de um Ministro da Justiça que vira capanga de contraventor, ele não é ministro, é um contraventor que utiliza a pasta da Justiça e da Segurança Pública para cometer crime de proteção a bandidos.

Não se pode misturar essas coisas, sobretudo se o presidente está envolvido com a nata da bandidagem do país, aquela que aterroriza a sociedade, que se infiltra no estado e, ao invés de ser um estado paralelo, incorpora este aos seus negócios. Isso nada tem de político, é contravenção em estado puro.

Se um presidente ameaça fechar o Congresso e o Supremo Tribunal Federal e teve um esquema de fake news para ganhar a eleição, exalta a ditadura homenageando torturador, assim como monta um esquema de fantasmas e laranjas em seu gabinete, então, ele deve sofrer um impeachment. Mas se tiver envolvido com pistoleiros, matadores, agiotas, que sequestram comunidades inteiras, apoia motins de policiais mascarados, tem envolvimento no assassinato de uma vereadora, premia a bandidagem, o caso dele não é de impeachment, é de prisão.

É preciso não confundir as coisas, porque é nos vacilos políticos que a pilantragem se cria.

 

*Carlos Henrique Machado Freitas

 

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES

5 COMMENTS

  1. Pingback: Prisão para Bolsonaro e não impeachment. Mais ainda por seus três filhos bandidos ⋆
  2. Hedy Guerrieri Posted on 27 de fevereiro de 2020 at 08:55

    perfeitamente!!!

    Reply
  3. José Cesar Pereira Posted on 27 de fevereiro de 2020 at 10:11

    O chefe do bando de fascistas, milicianos e psicopatas eleito pelos crimes de Moro e Dallagnol e os corruptos do clã laranja devem perder o cargo e serem e serem condenados na justiça comum, onde se espera, não esteja contaminada como os tribunais de exceção cúmplices da Organização Criminosa e Terrorista da Lava Jato Parcial da Conexão de Curitiba. O capanga da milícia Moro (e-juiz parcial e ladrão) que sequestrou Lula e interferiu nas eleições de 2018 deve permanecer até o fim de seus dias na cadeia. #ForaBolsonaro #MoroNaCadeia #DallagnolNaCadeia #LulaLivre #AForçaDaInocênciaDeLulaVencerá #DireitoPolíticosDeLulaJá #LulaLivre

    Reply
  4. José Cesar Pereira Posted on 27 de fevereiro de 2020 at 10:15

    Digo:#DireitosPolíticosDeLulaJá

    Reply
  5. Afonso Schroeder Posted on 27 de fevereiro de 2020 at 10:54

    Paz no Brasil só com este ex-juiz “Moro” na cadeia já é comprovadamente descumpridor da constituição 88 pela INTERCEPT de Glenn Greenwald cadeia já a Moro.

    Reply
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: