27 de outubro de 2020
  • 16:12 STJ retira de pauta recurso de Lula contra condenação no caso triplex
  • 14:41 Vídeos: O dia em que a ratoeira fez a festa abraçando dois ratos
  • 13:46 Fachin dá 48 horas para Lava-Jato se manifestar sobre pedido de Lula
  • 10:48 “O Fachin é nosso” nega pedido de Lula para suspender julgamento
  • 00:34 Com um time de tucanos de inteligência raquítica no Roda Viva, João Santana deu uma coça

Não importa a festa que a mídia fez junto com Bolsonaro no golpe contra Dilma em que, no flagrante desrespeito à constituição, o ominoso, segundo Celso de Mello, estava blindado quando exaltou, ao lado do delinquente 03, que fazia mímica com o papai, à tortura, ao terror, à morte, representado por Brilhante Ustra.

Valia tudo naquele momento para garantir o golpe, essa era a instrução superior, em parceria com a escória do judiciário e do congresso. Ali também triunfava Moro, hoje Ministro da Justiça e Segurança Pública de um presidente cachorro morto, que virou saco de pancada de quem, ontem, fez ouvidos moucos e até o defendeu nos seus ataques à constituição, às mulheres, aos negros, aos índios, mas agora até o fundamentalista do antipetismo, Josias de Souza, diz que Bolsonaro deu razão ao enredo da Mangueira quando atacou o congresso.

General Heleno, aquele que fez cara de paisagem quando foi descoberta a corrupção de Nuzman no COB e este foi preso, quando pego com barras de ouro de corrupção, o general Augusto Heleno, que recebia do COB um salário pornográfico de R$ 59 mil, pulou do barco sem dar um pio sobre Nuzman.

Agora, repete a receita, roendo a corda e deixando seu protegido na mão, postando no Twitter:

“ATENÇÃO. Estão usando meu nome, indevidamente e sem meu conhecimento, para pedir apoio financeiro a empresários e amigos, em prol de propaganda e/ou de manifestações políticas. Alerto a todos que jamais faria isso ou autorizaria tal procedimento.”

Mourão não fez muito diferente, deu uma no cravo e outra na ferradura, dizendo que desautoriza o uso de sua imagem no banner de convocação para o ato de 15 de março, mas diz que o povo tem direito a se manifestar, soltando no meio desse lá e cá uma frase de para-choque de caminhão a la Cármen Lúcia e Ayres Britto, “não precisamos de pescadores de águas turvas”.

Já no colunismo dos Marinho, Miriam Leitão, a democrata de ocasião, foi na jugular do ominoso e sapecou: “Bolsonaro é pior que o coronavírus”.

Merval e Sardenberg também usaram outras notas na polifonia anti bolsonarista que acometeu a Globo a partir do seu próprio editorial. Lógico que esses dois não perderiam a oportunidade de ficar com um olho no peixe e outro no gato, dando paulada no gato (Bolsonaro) e sacralizando o peixe (neoliberalismo), dizendo que a economia está essa tragédia generalizada com o tombo na bolsa de mais de 7% e o dólar, hoje, mais um recorde, na casa de R$ 4,46, por culpa de Bolsonaro, não do neoliberalismo.

Os Marinho também não se fizeram de rogados na hora de enterrar o ogro vivo, por “desrespeito à constituição”.

Aquela pessoa cheia de virtudes, como a Globo vendeu Bolsonaro, agora os Marinho, num surto memorialista, lembram a formação do capitão na ditadura e na sua trajetória de três décadas como deputado inútil para a sociedade e benéfico para o corporativismo militar, policial e miliciano.

É tocante ver tanta gente que, até dois dias, estava como Vera Magalhães atacando Bernie Sanders em prol de Trump, o herói de Bolsonaro, sendo atacada pesadamente pelo fundamentalismo bolsonarista por ter dado a notícia sobre o vídeo de convocação de Bolsonaro.

Mas não tem como não abrir um parênteses para um fato emblemático, vendo Guilherme Boulos dando uma aula de honradez na defesa de Vera Magalhães por ser atacada nas redes por fascistas. O mesmo Boulos de quem Vera, em 2016, pediu publicamente à Folha a sua cabeça, classificando-o de bandido.

O fato é que aquele fascista folclorizado no sentido romântico pela grande mídia, que desconsiderou todo o seu histórico de corrupção, defesa da ditadura e parceria com a milícia, formou um batalhão de bacamarteiros, agora, manda os mesmos que o paparicaram, sentarem o dedo no ominoso.

Trocando em miúdos, Bolsonaro virou cachorro morto e, como tal, todos querem chutar.

 

*Carlos Henrique Machado Freitas

 

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES

4 COMMENTS

  1. Pingback: De cachorro louco a cachorro morto  – Brasdangola Blogue
  2. gilberto Posted on 27 de fevereiro de 2020 at 11:17

    cachorro , e um bicho inteligente, ja o bozonauro, se der uma corda ou a sua propria lingua , ele se suicida sozinho, eita burrice

    Reply
  3. Humberto Ferreira Posted on 27 de fevereiro de 2020 at 21:28

    Estamos vivendo de avacalhação e de desrespeito aos poderes estabelecidos onde o alvo da pauta é o nosso presidente eleito com quase 60 milhões votos, isso deve ser respeitado, pois representa a vitória daquilo que almeja o povo, povo este que tem seus desejos vilipendiados pelas forças do Parlamento e do Judiciário formado por pessoas que em sua maioria estão sendo submetidas a investigações criminais, pretendo também dizer que se faz necessário que aqueles que semeiam a mentira evitem colar sobre de conduta moral que perto da de quem os acusa, como se anjo fossem, vejamos o caso do Gal Heleno, esse que não comunga com MELÂNCIA, já que com grata surpresa está se consolidando como um sustentáculo da soberania nacional o que provoca o ódio por suas ações discretas e contundentes nos chamados movimentos de apoio a desordem, que tanto vimos em governos passados que não faziam mais que dar suporte a a petralhas e saqueadores. Quanto ao presidente viveu momentos angustiantes sob o fogo cerrado da esquerdalha, não lhe era dado nem o direito a abrir a boca, então quando chegaram a realidade de que o presidente tem língua afiada, portanto se esses poderosos grupos que o atacam tentarem amarrar a sua não fiquem na espera do imobilismo, mas ao mesmo tempo que deseja respeito, seu governo será sempre norteado pelo que sinalizar os desejos do povo que certamente não é o de ser governado por um governo tutelado e nem pela vontade dos outros dois Poderes.

    Reply
  4. Antonio bessa Posted on 28 de fevereiro de 2020 at 08:43

    Estranho tanto ataque direcionado ao governo que ai está; parece que não concordam com nada que dá certo nesse governo e só torcem para dar errado! Porque? Muitas coisas sou contra nesse governo, porém vejo mais positivas que negativas como vocês narram!

    Reply
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: