24 de novembro de 2020
  • 20:28 Pequim acusa Eduardo Bolsonaro de ameaçar a relação entre Brasil e China: “Vai arcar com as consequências”
  • 19:35 STF aciona corregedoria do MPF para esclarecer ligações da Lava Jato com os EUA
  • 17:48 Segunda turma vai contra decisão de Fux e não enviará ao plenário casos em andamento
  • 14:53 Vídeo: Covas insulta as mulheres para justificar a agressão de seu vice à esposa
  • 14:08 Vídeo: Moro usa Roberto Carlos para se promover como candidato à presidência

Crivella é atingido por barro após dizer que população mora em área de risco para gastar menos com xixi e cocô.

No mesmo dia em que quatro pessoas morreram por conta das chuvas, prefeito disse neste domingo (1) que cariocas escolhem viver em áreas de risco.

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), foi atingido por um pedaço de barro durante entrevista no Realengo, zona oeste do Rio, nesta segunda-feira (2). Ele foi ao local verificar os estragos provocados pelas fortes chuvas que atingiram a cidade neste domingo (1).

Ataque ao prefeito vem após o prefeito dizer que cariocas gostam de morar perto de áreas de risco para “se verem livres dos esgotos” e gastarem “menos tubos para colocar cocô e xixi’”.

A declaração de Crivella foi feita durante uma reunião no Centro de Operações Rio, transmitida ao vivo nas redes sociais. O prefeito também afirmou que os cariocas escolhem viver em áreas de talvegues, caminhos por onde passam as águas das chuvas, considerados de risco.

“Todas as encostas lá são perigosas, mas aonde descem as águas, predominantemente chamado talvegues, e as pessoas gostam de morar ali perto porque gastam menos tubo para colocar cocô e xixi e ficar livre daquilo, essas áreas são muito perigosas”, disse Crivella.

 

 

*Com informações da Forum

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: