16 de julho de 2020
  • 19:52 Entenda o relatório que acusa os EUA de cooperação ilegal na Lava Jato
  • 18:21 Em vídeo, Felipe Neto diz para o NYT que Bolsonaro é o pior presidente do mundo no combate à Covid-19
  • 15:58 Gilmar pôs um pedregulho no coturno dos militares e ficou mais cara a relação incestuosa entre Forças Armadas e governo
  • 14:55 Queiroz usou apartamento de ex-mulher de Wassef em SP, apontam mensagens obtidas pelo MP
  • 14:20 Bolsonaro, o verdadeiro ministro da Saúde, manda Pazuello se desculpar com Gilmar Mendes, relator do caso de Flávio

Assistindo à entrevista de Sergio Moro no Jornal das Dez, na Globonews, chega-se à conclusão de que a especialidade dele como ministro é a mesma de um rato, fugir pelas frestas quando não tem uma resposta pronta para seus trambiques. Lógico, que a magreza de suas respostas, na tentativa de fazer evaporar a pergunta, é primária ou respondida para não ser compreendida. Coisa típica de malandro agulha que busca, de forma providencial e necessária, com receio de cair em contradição, uma resposta ensaboada.

Essa é hoje a função do ministro que vive de agradecimentos a Bolsonaro e submissão à sua família, ou seja, de herói a cocô do cavalo do bandido.

A chefia do Ministério da Justiça e Segurança Pública está nas mãos de um rato semelhante à tragédia chamada Paulo Guedes ou Damares Alves ou, pior ainda, Abraham Weintraub.

A cara de Moro adquire um semblante patético quando mente e foge das perguntas sobre a milícia, respondendo mais como leão de chácara do clã Bolsonaro do que qualquer outra coisa. Esse é um assunto tão incômodo, por motivos óbvios, que ele não consegue sequer balbuciar a palavra milícia. E é aí que está sua miséria, sua bancarrota como herói do combate ao crime organizado.

O feroz rei do principado de Curitiba vira um camundongo assustado com qualquer pergunta tola até mesmo de entrevistadores da Globonews. O mesmo acontece quando lhe perguntam sobre o gabinete do ódio, que a imprensa escancarou que, comandado por Eduardo Bolsonaro, cometeu uma série de crimes.

Moro, de forma esquisita, balançou na cadeira sem responder nada, limitou-se apenas a dizer platitudes sobre o tema fake news está no mundo todo.

Mas o fato mais relevante do ministro dos ministros do governo miliciano de Bolsonaro foi a sua explicação por ter tentado, através do Ministro do Interior do Paraguai, livrar a cara do Ronaldinho acusado de falsificação de passaporte e lavagem de dinheiro.

De cara, Moro não cita a lavagem de dinheiro, somente documentos falsificados. Explicou que ligou para o ministro, de forma respeitosa, sem querer interferir na soberania do Paraguai, para obter informações sobre o caso Ronaldinho porque ele é um ídolo das criancinhas brasileiras. E completou dizendo que foi mal interpretado pela imprensa, mas sem dizer que ministro paraguaio o espinafrou por tentativa de interferência no Ministério Público e Polícia Federal paraguaios para, por fora, tentar livrar a cara de Ronaldinho, além de uma série de outras questões envolvidas no caso que podem, inclusive, complicar a vida do próprio Moro.

 

*Carlos Henrique Machado Freitas

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES

5 COMMENTS

  1. Mário S. Posted on 12 de março de 2020 at 05:50

    Cara de pau. Ele não tem vergonha na cara?

    Reply
  2. Pingback: Moro: Liguei para o Ministro do Interior do Paraguai porque Ronaldinho é ídolo das criancinhas – Antropofagista | THE DARK SIDE OF THE MOON...
  3. Martins Posted on 12 de março de 2020 at 08:26

    Pobre do país que tem ronaldinho como ídolo das criancinhas, moro como herói e bozo como mito! À propósito, esse cidadão continua mentindo descaradamente e debochando o brasileiro.

    Reply
  4. João Vieira Filho Posted on 12 de março de 2020 at 14:08

    Depois de destruir as empresas de engenharia do Brasil e om isso desempregando milhares de pais de famílias, deixando morrer de fome exércitos de criancinhas, este excremento humORO, que é o pior dejeto que o planeta produz, tenta libertar um gangster sob o nefasto pretexto de que ele, o gangster , é o heróis das criancinhas. Criancinhas, cujos pais o marreco desempregou. O FDP do marreco, virou até garantista.

    Reply
  5. Magda ferreira santos Posted on 14 de março de 2020 at 20:49

    NÃO SABIA QUE TUA SOCIEDADE NOS CASSINOS SE CHAMAVA AGORA”CRIANCINHAS””

    Reply
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: